CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Tudo mudou!"

Naquele dia ao amanhecer estava tudo normal.
Ele havia acordado,tomado seu café sentado na varanda observando o nascer do sol,como era de costume.
Ouviu os pássaros cantar,levantou e ligou seu pequeno rádio que estava em cima de uma prateleira velha que havia feito anos atrás.
Sintonizou em uma rádio local para ouvir as músicas que também eram de costume.
Naquele dia tudo corria como de costume,mas ao ouvir uma música nova na programação se emocionou fortemente e desfaleceu,isso não era de costume.
Passaram-se horas,e ele ali no chão da sala desacordado e só,talvez sonhando ou tendo pesadelos.
Não se sabe ao certo o que se passou em sua cabeça naquelas horas em que ficou desfalecido,em um certo momento ele recuperou-se e se levantou,olhou ao seu redor e tudo estava ali,na verdade nem tudo,em cima da prateleira embaixo do rádio havia um bilhete com uma linda letra,que parecia feminina,ele pegou o bilhete e começou a ler.
Notou que havia manchas no papel que pareciam gotas de lágrimas,nesse momento,ao lê-lo,também caiu em pranto.
Ele puxou uma banqueta que estava perto e se sentou,numa mesinha próximo da prateleira,e começou a escrever.
"--Oi amor,recebi seu recado!
Breve estaremos juntos,poderemos nos abraçar e te darei aquele beijo que não pude dar naquele dia!
Sinto muito sua falta,as coisas aqui andam complicada e uma correria só,mas creio que saiba de tudo isso.
Nosso filhos andam muito ocupados,quase sem tempo de vir aqui me ver,aos domingos,não todos,ainda nos reunimos debaixo da árvore do nosso quintal para almoçar.
Colocamos todos pratos na mesa,inclusive o seu,mas em poucos minutos o silêncio toma conta,as lágrimas caem e me retiro.
Mas hoje foi diferente,tive uma mal súbito,mas agora estou bem!
Mas breve estaremos juntos!
Com carinho seu mozão!"
Então ele se levantou e novamente sentou-se na varanda,porém para ver o sol se pôr,conforme o sol ia sumindo no horizonte,novamente ele ia desfalecendo,mas dessa vez,não retomaria a lucidez.
Poucas horas depois um vizinho ao reparar que a casa estava muito quieta tocou a campainha,mas o silêncio predominava,reparou que a porta estava destrancada e entrou.
O encontrou sem vida em sua cadeira com um bilhete na mão e nele dizia:"Mozão aqui é lindo,mas estou com saudades.
E as crianças como estão?
Não se preocupe estou bem.
Com amor sua esposa."
Foi exatamente naquele dia que tudo ficou diferente!

Verton Brandino
11/11/2020

Submited by

quarta-feira, novembro 11, 2020 - 16:00

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 3 dias
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 976

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral "Reflexão de uma certa quinta!" 0 61 06/10/2021 - 00:11 Português
Poesia/Geral "Amanhã pode ser tarde!" 0 143 05/19/2021 - 23:25 Português
Poesia/Fantasia "Incógnita na tempestade!" 0 93 05/17/2021 - 12:53 Português
Poesia/Dedicado "Quem sabe,formiga?" 0 86 05/17/2021 - 12:48 Português
Poesia/Dedicado "Regando a felicidade!" 0 108 05/01/2021 - 10:35 Português
Poesia/Geral "Contar-te-ei!" 0 168 04/10/2021 - 15:45 Português
Poesia/Fantasia "Ex-calada! 0 142 04/08/2021 - 11:18 Português
Poesia/Geral "Passa tempo!" 2 199 04/08/2021 - 11:17 Português
Poesia/Desilusão "Com você!" 0 137 04/04/2021 - 13:00 Português
Poesia/Geral "Versos em Papel!" 2 257 04/04/2021 - 12:27 Português
Poesia/Desilusão "Partida!" 0 152 03/13/2021 - 12:03 Português
Poesia/Geral "Foi sorte!" 0 221 03/02/2021 - 19:20 Português
Poesia/Geral "Ter!" 0 174 02/21/2021 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia "O dia em que morri!" 0 201 02/19/2021 - 17:16 Português
Poesia/Fantasia "Além!" 2 380 02/13/2021 - 01:34 Português
Poesia/Pensamentos "Quem sabe!" 0 146 01/31/2021 - 01:52 Português
Poesia/Fantasia "Onde estão?" 2 313 01/31/2021 - 01:46 Português
Poesia/Geral "Indecisão!" 2 123 01/31/2021 - 01:43 Português
Poesia/Geral "Anjo bom!" 0 168 01/25/2021 - 10:57 Português
Poesia/Geral "Anjo sem asas!" 0 268 01/13/2021 - 19:37 Português
Poesia/Pensamentos "Vai entender!" 0 221 01/08/2021 - 18:54 Português
Poesia/Geral "MENSAGEM DE RÉVEILLON!" 0 187 12/31/2020 - 10:35 Português
Poesia/Dedicado "Doce rio!" 0 311 11/20/2020 - 01:40 Português
Poesia/Paixão "Tudo mudou!" 0 254 11/11/2020 - 16:00 Português
Poesia/Geral "Não conto contos!" 0 257 10/26/2020 - 11:00 Português