CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ultrapassa as mais altas nuvens

A eterna busca pelo desconhecido 
O desejo de ir muito além do horizonte 
Muito além do que a própria imaginação 
Desvendar os mistérios do universo 
Ou permanecer na ignóbil ignorância. 

Os dilemas humanos são muitos 
Maiores do que os poucos saberes que dispomos 
Por que quem pode dizer que sabe alguma coisa 
Se não temos a certeza de nada a nossa volta? 
E como podemos esconder tudo isso? 

As perguntas são formuladas no cotidiano 
São como as muitas águas de uma cachoeira 
E voam todos os espaços infinitos da mente 
Ultrapassam as mais altas nuvens 
E quem poderia dizer que tem as respostas? 

Eu sigo a minha eterna busca silenciosa 
Não consigo deixar de pensar nas coisas 
Como teria sido se tal coisa tivesse outro desfecho 
Ou quem poderia ter escondido as respostas 
Na mais alta das montanhas invisíveis. 

Talvez tenha sido essas curiosidades 
A mover o ser humano no destino que se encontra 
Nas encruzilhadas das escolhas de destruição 
Onde se dizem ter compaixão dos famintos 
E ao mesmo tempo jogam bombas nos seus irmãos. 

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, janeiro 12, 2023 - 17:13

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 horas 15 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 15232

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Não era brincadeira 6 119 04/13/2024 - 14:09 Português
Poesia/Meditação A angústia de Caim 6 144 04/12/2024 - 03:44 Português
Poesia/Amor Fascinante 6 331 04/10/2024 - 20:11 Português
Poesia/Amor Em cada pétala de rosa 7 306 04/10/2024 - 02:31 Português
Poesia/Meditação A Mulher Samaritana 6 480 04/08/2024 - 23:06 Português
Poesia/Intervenção Contra o racismo 6 240 04/07/2024 - 14:06 Português
Poesia/Desilusão Do amor não correspondido 6 465 04/06/2024 - 14:18 Português
Poesia/Intervenção Contra o bullying 6 429 04/05/2024 - 22:58 Português
Poesia/Amor Impossível ignorar 6 545 04/05/2024 - 02:43 Português
Poesia/Desilusão Não posso te esquecer 6 698 04/04/2024 - 02:54 Português
Poesia/Desilusão Seu prisioneiro 6 419 04/02/2024 - 11:51 Português
Poesia/Amor Um poema sem palavras 6 483 04/01/2024 - 19:33 Português
Poesia/Desilusão Quando não se pode evitar 6 429 03/30/2024 - 13:27 Português
Poesia/Pensamentos Observação 6 805 03/27/2024 - 22:12 Português
Poesia/Desilusão Agora o coração reclama 6 412 03/26/2024 - 20:13 Português
Poesia/Intervenção A insensatez da guerra 6 438 03/25/2024 - 19:49 Português
Poesia/Intervenção Senso crítico nebuloso 6 498 03/24/2024 - 13:39 Português
Poesia/Desilusão Entre as sombras da noite 6 690 03/23/2024 - 14:32 Português
Poesia/Intervenção O espelho da realidade 6 465 03/22/2024 - 13:17 Português
Poesia/Dedicado À beleza do verso 6 1.042 03/21/2024 - 20:00 Português
Poesia/Amor Permita-me 6 161 03/21/2024 - 11:51 Português
Poesia/Alegria Outono 6 490 03/20/2024 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos Deixando marcas no tempo 6 608 03/19/2024 - 11:38 Português
Poesia/Amor Um pedaço do céu 6 455 03/18/2024 - 19:56 Português
Poesia/Meditação Desafios 6 1.027 03/17/2024 - 13:51 Português