CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ASSISTENCIALISMO MAQUIAVÉLICO

 

Chama-se assistencialismo às políticas de Assistência Social.
A maioria dos governos não possui a noção exata do que isso seja. Deveriam existir políticas públicas com propósito voltado à recuperação da dignidade e auto-estima da população carente.
Ao se procura garantir o mínimo àqueles que se encontram em situação difícil, dando-lhes as condições para que usufruam seus direitos, a começar pelo direito ao amparo, há que se estabelecer critérios para identificar esses indivíduos, cujos direitos lhes têm sido sonegados.
Haverá segundas intenções ao se ajudar as camadas mais pobres, com aquilo que é chamado de bolsa família. É como se fosse um jogo para conservar o poder, manipulando-se as políticas do bem estar da população de baixa renda, que é a maior parcela e que certamente será aliciada para fins eleitoreiros.
Essas ações não são fiscalizadas e assim a plebe não evolui socialmente servindo aos propósitos deles...
E a população carente também joga, decidindo se quer ou não trabalhar.
Entre deixar o couro para ganhar um salário de fome, e receber de mão beijada, um salário equivalente; escolhe então o ócio, é óbvio.
Esse tipo de assistencialismo não modificando nem ajudando a mudar esse estado de coisas, cria pessoas inaptas ou de uma baixa produtividade.
O incentivo é dado a quem não produz, ou ao aquele que não tem qualificação profissional, quando isso deveria ser oferecido a quem rala.
Como se costuma dizer: dá-se o peixe, mas não se ensina a pescá-lo.
Este assistencialismo, ao dar atenção às populações desfavorecidas, oferece a própria atenção como uma "ajuda”.
É pela "gratidão" que os carentes se atrelam àqueles que os assistem, e distancia-se a noção elementar de que tais pessoas possuem o direito a esse amparo. Não é favor, é obrigação dos governantes ampará-los.
O que se constata no assistencialismo, é a possibilidade dos assistidos "retribuírem" eleitoralmente e por isso, quem é socorrido deve ser submisso e condicionado. Não devendo se organizar de forma independente e, muito menos, expressar ações políticas como se pessoas fossem.
O assistencialismo é, por isso, uma prática de dominação, ao produzir indivíduos submissos e manobráveis.
O governo aumenta os impostos e não os aplica em benefício da coletividade, não exige do assistido nada em troca, nem que reverta isso, reintegrando-o ao mercado de trabalho ou freqüentado cursos profissionalizantes, como acontece nos Estados Unidos. Mas que também aqui, essa reciclagem, não é oferecida a todos normalmente em outras situações.
E quem paga essa pesada conta?
Nós, da classe média, que estudamos e investimos em nós mesmos e com nossos próprios recursos.
É do nosso bolso que sai a transferência de renda para as classes pobres, pois nós, não representamos número suficiente para decidir as eleições.
Isto é o fim de uma classe. Somos animais em extinção e não apareceu até agora, quem possa nos salvar...
Será que deveremos apelar para o Chapolin Colorado e gritar:
E agora, quem poderá nos salvar?
Na pura expressão da palavra eu afirmo: Isto é maquiavélico!

Mas... Como dizia Charles Chaplin em “O Grande Ditador”:

Lutemos por um mundo novo... Um mundo bom que a todos assegure o ensejo de trabalho, que dê futuro à mocidade e segurança à velhice.

 

(Lourdes Ramos)
 

Submited by

sexta-feira, maio 20, 2011 - 02:30

Prosas :

No votes yet

LourdesRamos

imagem de LourdesRamos
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 5 dias
Membro desde: 04/08/2009
Conteúdos:
Pontos: 2253

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of LourdesRamos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor O TROVADOR 1 1.630 04/10/2020 - 14:15 Português
Prosas/Terror PEDOFILIA, ESTUPRO E VÍDEOS PORNÔS 1 44.903 06/11/2019 - 10:21 Português
Poesia/Erótico SEI LÁ! 1 1.181 02/26/2018 - 13:42 Português
Poesia/Haikai HAIKAI 1 1.486 06/14/2014 - 00:16 Português
Videos/Outros SALMO 23 0 3.645 01/06/2014 - 20:46 Português
Videos/Poesia PRIMAVERA MOLHADA 0 4.613 10/21/2012 - 21:40 Português
Videos/Poesia PRIMAVERA MOLHADA 0 2.750 10/21/2012 - 21:37 Português
Poesia/Meditação PRIMAVERA MOLHADINHA 0 2.271 09/26/2012 - 19:07 Português
Poesia/Acrósticos ACRÓSTICO PARA VICENTE 0 8.102 08/02/2012 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado AMAR ELYMAR 1 3.136 07/09/2012 - 07:57 Português
Poesia/Alegria DE LAÇOS E ABRAÇOS 2 1.730 05/30/2012 - 21:20 Português
Poesia/Dedicado ZÉLIA, SENHORA DONA DO BAILE 1 2.303 05/22/2012 - 02:55 Português
Poesia/Dedicado TROVAS PARA MINHA MÃE 1 1.796 05/12/2012 - 15:10 Português
Poesia/Paixão SINTONIA ENLUARADA 1 1.681 04/10/2012 - 18:42 Português
Poesia/Fantasia TRANSMUTAÇÃO DO BEIJO OBTUSO 2 1.498 04/10/2012 - 03:24 Português
Poesia/Meditação REALENGO, AINDA HÁ ESPERANÇA! 2 2.109 04/09/2012 - 01:28 Português
Poesia/Paixão SINTONIA VIRTUAL 7 2.345 04/07/2012 - 15:13 Português
Videos/Poesia SINTONIA VIRTUAL 1 3.332 04/07/2012 - 02:49 Português
Poesia/Fantasia RENASCENDO A DOIS 0 2.368 03/28/2012 - 23:25 Português
Poesia/Meditação O SEGUNDO SOL 1 2.102 03/27/2012 - 22:47 Português
Poesia/Amor RENASCENDO 2 2.184 03/26/2012 - 00:06 Português
Prosas/Ficção Cientifica AQUECIMENTO GLOBAL OU CONTROLE GLOBALIZADO? 2 2.706 01/13/2012 - 13:39 Português
Poesia/Meditação UM FELIZ FIM DO MUNDO! 0 1.775 12/18/2011 - 16:14 Português
Videos/Música SENHOR, PÕE TEUS ANJOA AQUI! 0 2.624 12/18/2011 - 15:10 Português
Videos/Poesia TÚNEL DO TEMPO 0 2.212 11/19/2011 - 21:13 Português