CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Todos os dias penso em ti"

Em breve, num cinema perto de si...

Barrou-lhe o caminho. Literalmente. A tal ponto que pôde assistir ao cair das parcas folhas, sentir os respingos de gotas de chuva no seu rosto, visivelmente irritado da discussão havida numa daquelas reuniões em que há muita parra e pouca uva.
Apeteceu-lhe interpelar a figura com um forte impropério, carregado daquela semântica que alivia a tensão do ser por inteiro. Foi a tempo e a um tempo que ficara adormecido por falta do beijo do príncipe que quebrasse o feitiço da bruxa má. Afinal a vida em plena metáfora dos contos de fadas…
O olhar e o sorriso, em peso idênticos, acordou-a. Menos nítido, mais mortiço. Mais apertado entre as pregas laterais dos lábios, o sorriso. Mas iluminado, como sempre o fora. Perco-me no teu sorriso, podia bem ser um verso de um poema. O poema que ficara incompleto, não por falta de inspiração mas por convenção ou conveniência. Nunca o percebera na sua plenitude. Cansou-se. Cansou-a de respostas vãs. Ausência. Demência de parte da sua alma. Não podia consentir que a levasse por inteiro. Precisava dela, para si, para os outros que dela dependiam.
Pelo mexer dos lábios percebeu que lhe dizia algo mas não conseguia ouvir. Sentia-se afogada no mar das reminiscências e o corpo não respondia, entorpecia. Um beijo mais demorado na face, agitou-a. “Que disseste?”, conseguiu balbuciar. “Percebi que não me estavas a ouvir. Desculpa o atrevimento. Continuas linda! E sabes, todos os dias penso em ti. Amo-me, amando-te, assim. Fica bem”.
Seguiu e ela por ali se quedou. Quanto tempo? Não soube…

Odete Ferreira 24-11-11
 

Submited by

sexta-feira, dezembro 9, 2011 - 02:29

Prosas :

No votes yet

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 14 semanas 1 dia
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1918

Comentários

imagem de Nostalgia

Há que aproveitar todo este

Há que aproveitar todo este manancial e direccioná-lo ao lugar a que pertence.
Cinema, telenovelas, romances, porque não?
Força amiga yes tem tudo o que é preciso.
 

 

imagem de Odete Ferreira

P/ Nostalgia (Todos os...)

Obg, minha querida amiga, mas é preciso dar lugar aos novos...

Contudo, logo que a atividade profissional me deixe mais liberta, quero escrever algo intermédio entre novela/romance...

Bem, mas se aparecerem propostas, não as rejeitarei! :)

Bjo

imagem de Odete Ferreira

P/Teresa Almeida (Todos os...)

E estás muito bem, amiga Teresa...

Ainda bem que ficaste curiosa, acho que teria jeito para guionista

(gosto de explorar este género mais novelesco :)

Obg, pela presença e leitura.

Bjos

imagem de Teresa Almeida

Fiquei curiosa com estes

Fiquei curiosa com estes pingos de chuva num cinema perto de mim...

Um jeito bem poético de apalpar a vida, como aquele beijo mais demorado na face...

Estou, amiga Odete, com umas pregas laterais aos lábios...

Bjuzz

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 0 294 04/25/2016 - 02:29 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 0 289 12/30/2015 - 22:42 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 413 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 0 408 12/13/2015 - 19:07 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 520 11/25/2015 - 02:18 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 2 375 09/05/2015 - 19:00 Português
Prosas/Outros Da alma 0 281 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 549 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 358 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 413 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 471 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 344 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 634 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 550 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 564 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 769 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 618 12/30/2014 - 14:27 Português
Poesia/Geral Semeio-me de Natal 0 499 12/23/2014 - 00:14 Português
Poesia/Meditação Beleza horizontal 0 636 12/05/2014 - 20:07 Português
Poesia/Geral Tens o milagre na mão 0 525 11/17/2014 - 02:27 Português
Poesia/Dedicado E eu seguia-te 0 501 11/08/2014 - 17:06 Português
Poesia/Soneto Resgate 0 571 11/03/2014 - 01:47 Português
Poesia/Tristeza Vazios 0 664 10/21/2014 - 16:01 Português
Poesia/Geral Versos molhados 0 500 10/09/2014 - 00:52 Português
Poesia/Fantasia Da vida extraímos sinfonia 0 518 10/03/2014 - 00:57 Português