A Carta de Verónica

 “Minha Mãe adorada,

Espero que estejas de boa saúde, e que os meus filhos, estejam bem, também,
Bem sabes, que nunca os deixaria, a mais ninguém,
Pois, podes até pensar, que neles e até mesmo em ti, nunca mais pensei,
Mas, de todo é mentira, não há dia em que não pense naquilo, que aí, deixei.

 

Estou na cidade e trabalho num sitio honesto, onde sou muito bem tratada,
E até já arranjei futuro marido,
Aqui, como em casa, contigo, sou bem estimada,
E o homem parece até ser mesmo um bom partido.

Sei que errei, ao ter voltado as costas, aos meus filhos e até mesmo a ti,
Mas acredita, que hoje tenho outra maturidade e penso muitas vezes voltar aí.
Tenho tudo aquilo que sonhei e imaginava quando olhava para as paredes vazias do meu quarto,
Tenho casa, comida, luxo, perfumes, ouro e jóias e um guarda-vestidos muito farto.

Por falar em vestido, podes dar o meu da comunhão, à minha filha, para um dia ela o vestir, também à sua.
Não a conheço, nem ao meu menino, mas…certamente, estão os dois felizes, na companhia tua.

Quero voltar um dia, se tu me permitires, a essa casa, para te ver e aos meus filhos beijar,
Muitas vezes, recordo com saudade, os tempos de menina, que passei aí, nessa casa humilde,
E penso agora, que eles também, como eu, andam nela a brincar,
Tenho muitas saudades de casa, mãe….mas, bem sei que ao fugir, fui ingrata, além de rebelde.

Perdoa-me, verdadeiramente, esta minha leviana atitude,
Deixa que veja, nem que seja a única vez, na minha vida, os meus filhos, a minha herança,
Permite que volte a beijar o teu rosto, tal e qual, como fazia na minha juventude,
Acede a esta minha vontade, dá-me, nem que seja, uma mera vez, um voto de confiança.

 

Ficarei à espera de uma resposta, numa carta tua,
Esperarei um ano, a tua decisão, o teu julgamento,
E prometo, que se de ti, nada saber até à próxima grande lua,
Nunca mais te voltarei a importunar, nem com notícias boas ou más, nem funerais, nem até mesmo casamento.

Da tua filha

Verónica”
                                  

 

 

 

Submited by

Domingo, Diciembre 11, 2011 - 15:19

Poesia :

Su voto: Nada (5 votos)

joanadarc

Imagen de joanadarc
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 3 años 23 semanas
Integró: 07/18/2011
Posts:
Points: 1571

Comentarios

Imagen de deborabenvenuti

A Carta de Verônica

Quando se decide partir,sem muito pensar,num ato de rebeldia que não nos permite avaliar com clareza essa nossa decisão, com certeza,um dia refaremos o caminho de volta,mas nem sempre com a certeza de poder voltar.

Beijo

Imagen de joanadarc

Cara Débora, Ainda não tinha

Cara Débora,

Ainda não tinha tido o prazer de receber a tua visita...fico contente que tenhas gostado do teor, encabeçado nesta carta, pois faz parte de uma história, que ando a contar, aos quatro ventos.

Obrigado pelo comentário.

Joana

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of joanadarc

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Pasión ESPERO-TE 6 3.670 03/15/2018 - 11:14 Portuguese
Poesia/Dedicada OS HOMENS TAMBÉM CHORAM... 4 1.198 03/15/2018 - 11:13 Portuguese
Poesia/Pasión O HOMEM COM MEDO 3 1.167 03/15/2018 - 11:12 Portuguese
Poesia/Pensamientos DEMOCRACIA DA EXPRESSÃO 11 3.391 02/27/2018 - 12:13 Portuguese
Poesia/Pasión FICA-TE A MATAR... 1 1.687 04/20/2013 - 01:07 Portuguese
Poesia/Pasión FICA-TE A MATAR... 0 3.013 04/06/2013 - 01:55 Portuguese
Poesia/Pasión FICA-TE A MATAR... 0 1.641 04/06/2013 - 01:50 Portuguese
Poesia/Pasión DEBAIXO DA TUA PELE 1 2.684 03/28/2013 - 19:05 Portuguese
Poesia/Dedicada A SOMBRA DA SOLIDÃO 1 2.053 03/04/2013 - 12:47 Portuguese
Poesia/Pasión DEVIA TER-TE... 2 1.268 03/01/2013 - 18:25 Portuguese
Poesia/Meditación DIZERES MUDOS 2 1.249 03/01/2013 - 18:15 Portuguese
Poesia/Pensamientos DEIXAR O DESTINO TRABALHAR 3 1.282 03/01/2013 - 18:10 Portuguese
Poesia/Erótico SODOMIZO-TE…O Diabo do Corpo 5 1.669 10/04/2012 - 23:55 Portuguese
Poesia/Pasión MORRES 8 1.619 07/03/2012 - 00:57 Portuguese
Videos/Privadas Bruno Mars - It Will Rain 0 2.176 07/01/2012 - 00:12 Portuguese
Videos/Musica Lana Del Rey - Blue Jeans 0 1.992 07/01/2012 - 00:03 Portuguese
Poesia/Pasión TARDO EM TI... 2 1.698 06/30/2012 - 23:59 Portuguese
Poesia/Pasión A BELA E O MONSTRO 2 3.866 06/30/2012 - 23:38 Portuguese
Videos/Musica Alejandro Sanz - y solo se me ocorre amarte 0 2.339 06/30/2012 - 23:31 Portuguese
Videos/Musica Heartbeat City - The Cars 0 2.333 06/30/2012 - 23:11 Portuguese
Poesia/Dedicada ESTE COMBOIO NÃO VAI PARAR 4 1.271 06/24/2012 - 22:20 Portuguese
Videos/Musica Pedro Abrunhosa - Tenho o Diabo no Corpo 0 3.297 06/22/2012 - 23:30 Portuguese
Videos/Musica Susana Félix - Idade do Céu 0 2.600 06/16/2012 - 22:36 Portuguese
Poesia/Pasión CAÍRAM AS PONTES ENTRE NÓS 0 1.509 06/10/2012 - 21:47 Portuguese
Videos/Musica Madonna - JUSTify MY LOVE 0 1.612 06/08/2012 - 22:25 Portuguese