CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Ainda luto"

Luto sempre pela minha sanidade.
Procuro por entre vários caminhos um onde minha fuga seja mais lúcida.
Tento não ser torto para que não os atrapalhem.
Vou torturando-me para que todos tenham salvação.
Procuro mostrar que mesmo na incerteza podemos ser melhores que antes.
E minhas dúvidas continuam esperando respostas.
Minh'alma calejada e quase destruída se afoga nas mágoas que a ela fora concedida.
Ainda tento em todos os absurdos pôr-me de pé para ajudar.
Sinto o peso e o cansaço me abater, derrubar e maltratar.
Sinto-me a um passo da loucura, donde nela volto ao ponto de fuga.
Queria eu firmar raízes e ali permanecer.
Mas tudo retorna jogando-me pensamento de desespero mostrando-me meu passado.
Não posso mais guerrear para outros e a minha nem tentar.
Estou cansado e abatido.
Perdido e incompreendido.
Aos poucos em uma loucura particular sem percepção alheia.
Procurando aproveitar um pouco da sanidade que me resta.
Ainda sei que é cedo.
E enquanto não chegar a hora derramarei minhas lágrimas em letras.
Pois é o que me resta.

Autor: Verton Brandino Da Silva
(13/07/2012)
Colatina ES

Submited by

sexta-feira, julho 13, 2012 - 17:03

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 37 semanas
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 986

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos "Psicose!" 0 614 03/07/2022 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos "Corruptos de nós mesmos!" 0 753 02/28/2022 - 23:38 Português
Poesia/Geral "Poema da Madrugada!" 0 798 09/08/2021 - 15:13 Português
Poesia/Geral "Reflexão de uma certa quinta!" 0 826 06/10/2021 - 00:11 Português
Poesia/Geral "Amanhã pode ser tarde!" 0 970 05/19/2021 - 23:25 Português
Poesia/Fantasia "Incógnita na tempestade!" 0 1.053 05/17/2021 - 12:53 Português
Poesia/Dedicado "Quem sabe,formiga?" 0 924 05/17/2021 - 12:48 Português
Poesia/Dedicado "Regando a felicidade!" 0 866 05/01/2021 - 10:35 Português
Poesia/Fantasia "Ex-calada! 0 803 04/08/2021 - 11:18 Português
Poesia/Geral "Passa tempo!" 2 1.124 04/08/2021 - 11:17 Português
Poesia/Desilusão "Com você!" 0 786 04/04/2021 - 13:00 Português
Poesia/Geral "Versos em Papel!" 2 982 04/04/2021 - 12:27 Português
Poesia/Desilusão "Partida!" 0 819 03/13/2021 - 12:03 Português
Poesia/Geral "Foi sorte!" 0 894 03/02/2021 - 19:20 Português
Poesia/Geral "Ter!" 0 1.370 02/21/2021 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia "O dia em que morri!" 0 1.354 02/19/2021 - 17:16 Português
Poesia/Fantasia "Além!" 2 1.560 02/13/2021 - 01:34 Português
Poesia/Pensamentos "Quem sabe!" 0 792 01/31/2021 - 01:52 Português
Poesia/Fantasia "Onde estão?" 2 1.035 01/31/2021 - 01:46 Português
Poesia/Geral "Indecisão!" 2 792 01/31/2021 - 01:43 Português
Poesia/Geral "Anjo bom!" 0 899 01/25/2021 - 10:57 Português
Poesia/Geral "Anjo sem asas!" 0 981 01/13/2021 - 19:37 Português
Poesia/Pensamentos "Vai entender!" 0 917 01/08/2021 - 18:54 Português
Poesia/Geral "MENSAGEM DE RÉVEILLON!" 0 885 12/31/2020 - 10:35 Português
Poesia/Dedicado "Doce rio!" 0 1.047 11/20/2020 - 01:40 Português