CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

(A)NORMALIDADE DO CÃO QUE O DIABO AMASSOU

(Baseado no comentário ao O rapaz que tinha um cão pendurado na voz, de Ex-Ricardo)

http://www.worldartfriends.com/pt/club/poesia/o-rapaz-que-tinha-um-c%C3%...

 

Calam-se vontades
no breu da descrença
Na humana incongruência
sonha-se que se sonha
numa desesperança
E o cão
já não ladra
suspira
(A)normalidade

Querem que a fartura penda
do mesmo lado da balança
O desgoverno da ganância
incorpora um tom amargo
ao som que a malta dança
E o cão
já não ladra
inspira
(A)normalidade

Recebeu por herança
as letras do fado vadio
a pasta da incompetência
o cão que o diabo amassou
E no balanço da contradança
o cão
já não ladra
aspira
(A)normalidade

Certezas dependuradas
cansado da inconstância
solta em uníssona urgência
numa voz rouca que chora
o canto de uma criança
E o cão
já não ladra
grita
(A)normalidade

 

 


 

Submited by

sábado, março 5, 2011 - 22:26

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Patrícia Taz

imagem de Patrícia Taz
Offline
Título: Moderador Consagrados
Última vez online: há 5 anos 22 semanas
Membro desde: 04/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 651

Comentários

imagem de RZorpa

Poetisa seríssima, de traço

Poetisa seríssima, de traço milimétrico, lucidez cativante e uma forma surpreendente!

Nada disto pelo que sei, apenas pelo que sinto...

Rui

imagem de Dionísio Dinis

A arte evidenciada na

A arte evidenciada na conjungação  de um poema assertivo com a própria ideia de poesia, é desiderato que poucos alcançam.Aqui fez-se luz e comunhão entre a poesia e a vontade assertiva.Muito bom!

imagem de Patrícia Taz

  As minhas não

 

As minhas não palavras
evidenciam a mudez
que se fez acentuar
com a toada imprensa
e me desfez em nudez
com a análise expressa

 

Agradecida pelas muito alentosas palavras

Bjo

 

PaTaz
 

imagem de marcelocampello

Muito bom mesmo!

Hj, num dia meio apressado aqui no trabalho, resolvi ler alguns poemas... de maneira meio distraida e rápida, mas o seu poema, tive que parar e reler 3 vezes e ainda me senti na obrigação de comentar!

Muito bom querida, parabens pela posição política, pela sensibilidade e harmonia!

Beijos fraternos!

imagem de Patrícia Taz

Querido Marcelo,

 

É a situação mundial e, mais concretamente como vive o Portugal de hoje.

Neste país foi feita a Revolução dos Cravos, em 25 de Abril de 1974. Chico Buarque de Holanda fez canção a ele dedicada. Hoje precisamos de uma idêntica mas, na minha opinião, sangue terá que ser derramado.

No último Sábado, o povo saiu à rua para demonstrar o seu descontentamento e não vai mais baixar os braços. Ao invés, levanta o punho esquerdo e grita bem alto o seu sofrimento.

 

Que bom saber que me lês pois gosto muito do que escrives. Tuas prosas são poderosas, ternas e caprichosamente são escolhidas as palavras certas.

Beijos desta tua irmã

PaTaz

imagem de MEYRE

Só o título já rende um

Só o título já rende um parabéns extra.Gritas Um olhar pertinente ,um caráter de observância indignada sobre o ``cão´´  nosso de cada dia.Muito bem conseguido...abraços

 

MEYRE

imagem de Patrícia Taz

Querida Meyne,

 

O mundo está governado por quem desgoverna

que aniquila o povo sofrido e o resume a migalha

que come o ar que ainda não paga, papa rala

na podridão de uma política inferma, limalha

A condição do homem é voltar a viver em caverna

 

Agradecida pelas tuas calorosas palavras

Beijos levados pelas ondas do Atlântico

 

PaTaz

imagem de Rui Lima

Muito Bom

Muito Bom

imagem de Patrícia Taz

  Obrigado pela visita e

 

Obrigado pela visita e comentário

Bjo.

 

PaTaz

imagem de Ex-Ricardo

Agradecido amiga:)

Olá Margarida,
 
Fiquei muito sensibilizado pela tua homenagem ao meu poema.
 
Tocante a tua interpretação do mesmo. Gostei muito.
 
Beijo grande.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Patrícia Taz

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor POEMA INACABADO 5 1.110 03/19/2013 - 03:16 Português
Poesia/Geral ALQUIMIA DA ESCRITA 25 1.854 01/22/2012 - 15:47 Português
Poesia/Dedicado SORVO POÉTICO 24 1.594 01/22/2012 - 15:41 Português
Poesia/Intervenção (A)NORMALIDADE DO CÃO QUE O DIABO AMASSOU 18 1.250 06/27/2011 - 17:32 Português
Poesia/Dedicado PERFIL DE VIAGEM 7 735 03/29/2011 - 17:18 Português
Poesia/Intervenção CONVERSA DE CAMARADAS, PÁ? 3 1.015 03/19/2011 - 23:33 Português
Poesia/Intervenção DILEMA OPRIMIDO 8 834 03/16/2011 - 16:44 Português
Poesia/Desilusão SOLTA-SE O FIO DA VIDA LÁ DENTRO 8 1.292 02/28/2011 - 16:07 Português
Fotos/Outros Facto Binário 0 1.235 02/20/2011 - 00:39 Português
Poesia/Dedicado POEJET Intercontinental 4 1.029 02/18/2011 - 13:40 Português
Poesia/Canção LEITO DA SAUDADE 10 1.013 02/18/2011 - 12:11 Português
Poesia/Amor VALSA DOS CORVOS 4 642 02/18/2011 - 02:04 Português
Fotos/Paisagens A Sun's Glance 2 1.712 02/16/2011 - 01:37 inglês
Poesia/Fantasia VOO DE SONHO 5 772 02/11/2011 - 15:58 Português
Poesia/Canção MATÉRIA IMATERIAL 4 860 02/11/2011 - 11:05 Português
Fotos/ - 1249 0 1.024 11/24/2010 - 00:38 Português
Poesia/Soneto SOBREVIVENTES 0 723 11/17/2010 - 23:42 Português
Poesia/Erótico FOTO A PRETO E BRANCO 0 703 11/17/2010 - 23:40 Português
Poesia/Poetrix MATÉRIA IMATERIAL 1 615 08/07/2010 - 14:20 Português
Poesia/Amizade O AVESSO DO INVERSO 2 716 06/08/2010 - 23:18 Português
Poesia/Geral MAÇO DE NOTAS 1 773 04/23/2010 - 00:17 Português
Poesia/Amor ARLEQUIM 8 900 04/20/2010 - 16:13 Português
Poesia/Paixão CHUVAS DE MARÇO 4 683 04/10/2010 - 04:20 Português
Poesia/Paixão COBERTA DE HISTÓRIAS 5 707 04/09/2010 - 19:14 Português
Poesia/Amor PROJECÇÕES 4 369 04/01/2010 - 02:37 Português