CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

BRINCANDO COM AS PALAVRAS

Se o lôbrego cenário em que te fechas,
recrudesce e amodorra a tua vida,
não quero mais ouvir as tuas queixas,
fundadas na tua mente empedernida.

Cada vez que, rangendo ao meu ouvido,
me vens falar da tua fé e crença,
afadigas  meu ser que, consumido,
acredita que em ti, é já doença.

Aurindo uma doutrina em que não creio,
coleias, devagar, no meu caminho,
sem perceberes que eu, não serpenteio …

Se aquilo em que acredito, tu não crês,
prefiro mudar meu rumo, e estar sózinho,
Ao remansar da tua insensatez.

Submited by

quarta-feira, novembro 21, 2012 - 16:54

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 5 dias
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2223

Comentários

imagem de Maria Letra

BRINCANDO COM AS PALAVRAS

Muito obrigada, Star Girl. Farei o mesmo em relação ao que escreves.
Um grande abraço.
Maria Letra

imagem de Star Girl

"Cada vez que, rangendo ao

"Cada vez que, rangendo ao meu ouvido,
me vens falar da tua fé e crença,
afadigas meu ser que, consumido,
acredita que em ti, é já doença."

Que bela bricadeira, muito boum ler-te, andarei a apreciar mais vezes teus versos, Abraços da StarGirl!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 171 03/10/2019 - 12:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 204 03/10/2019 - 12:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 210 03/10/2019 - 12:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 179 03/08/2019 - 21:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 228 03/08/2019 - 20:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 153 03/08/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 201 02/27/2019 - 22:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 164 02/26/2019 - 00:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 188 02/26/2019 - 00:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 168 02/24/2019 - 11:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 197 02/24/2019 - 11:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 233 02/24/2019 - 10:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 326 12/31/2018 - 11:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 298 12/28/2018 - 16:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 294 12/16/2018 - 06:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 357 12/15/2018 - 23:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 293 12/15/2018 - 08:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 302 12/15/2018 - 08:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 524 12/10/2018 - 22:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 235 12/10/2018 - 19:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 310 12/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 300 12/03/2018 - 23:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 332 11/30/2018 - 18:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 426 11/30/2018 - 17:43 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER, Ó VIDA! 0 257 11/30/2018 - 15:54 Português