CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CAFÉ DE PARIS

Cafe de Paris.
Ponto de encontro
de tantos corpos.
Uns, cheios de vida,
outros, quase mortos.
Nas cabeças,
um mundo desconhecido
de ambições.
No peito ...
mais dores do que corações.
A banda, repetitiva,
sempre igual,
parecia tudo,
menos musical.
O interior do salão
é deprimente.
O aspecto, sórdido.
Nos olhares
sente-se a esperança
e um desejo mórbido.
Em cada par
um caso ...
Por vezes sério,
mas, na maioria,
p'ra não recordar.
Contudo,
neste salão deprimente
e de aspecto sórdido,
onde quase tudo
é doentio,
é mórbido,
encontrei-te a ti.
No teu doce peito
senti um coração.
Na tua cabeça
uma humana ambição:
encontrares alguém
que suavizasse
a vida que tens.

Dançámos.
Sem falsas ilusões,
dia, após dia,
um desejo crescia:
estarmos juntos os dois.
O meu corpo
ansiava aprender
a lição do Amor.
Ensinaste-ma tu.
hoje, meu bem,
o meu coração
sabe bem o que quer.
Aprendeu, contigo,
como é bom ser Mulher.

Submited by

domingo, novembro 25, 2012 - 01:48

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 dias 6 horas
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2218

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Outros LENTAMENTE... MUITO LENTAMENTE... 2 3.275 12/07/2019 - 21:01 Português
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 1.052 03/10/2019 - 12:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 688 03/10/2019 - 12:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 1.062 03/10/2019 - 12:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 1.611 03/08/2019 - 21:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 786 03/08/2019 - 20:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 653 03/08/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 869 02/27/2019 - 22:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 1.552 02/26/2019 - 00:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 898 02/26/2019 - 00:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 1.096 02/24/2019 - 11:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 1.016 02/24/2019 - 11:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 1.144 02/24/2019 - 10:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 1.697 12/31/2018 - 11:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 1.045 12/28/2018 - 16:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 1.110 12/16/2018 - 06:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 1.305 12/15/2018 - 23:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 1.144 12/15/2018 - 08:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 1.019 12/15/2018 - 08:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 1.705 12/10/2018 - 22:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 997 12/10/2018 - 19:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 1.585 12/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 800 12/03/2018 - 23:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 1.324 11/30/2018 - 18:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 1.139 11/30/2018 - 17:43 Português