CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DURA LEX! SED LEX!

Dura Lex! Sed Lex!
A primeira condenação
imposta a qualquer cidadão.
Todavia,
um mundo de interrogações
paira no ar:
Quem de direito a inventou?
Quem de direito a aprova
ou a faz aplicar?
Mas ela faz-se cumprir,
de modo fácil, ou não,
sem lugar p'rá admitir
a mais leve compaixão.
Os parágrafos ... enfim ...
dão "pano p'ra muita manga".
Por vezes a culpa anula,
outras vezes acumula
males maiores a cada caso.
Mas ... insisto eu:
quem de verdade e direito
está à altura de julgar
cada lei?
Vejo pouco de perfeito
-sem medo de exagerar -
em muitos que a inventam,
em muitos que a aprovam,
ou a fazem aplicar.
Num mundo em cujos sistemas,
- mais corruptos que sãos –
fazem pesar grandes penas
nos ombros dos cidadãos
a eles sujeitos ...
Vejo leis,
contrárias à lei do Amor,
males com muitas virtudes
e bens com muitos defeitos.
E, com pavor,
assisto a tanta injustiça
na lei imposta,
submissa
ao poder de cada estado,
que já não sei se, lutar,
traz benefícios de vulto
a um futuro que, oculto,
me parece amordaçado.
Mas, p'ra esse mal,
não sai lei.
É duma injustiça tremenda.
Cada um que se defenda!

Londres, Abril de 1985

Submited by

sábado, novembro 24, 2012 - 23:31

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 5 dias
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2223

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 164 03/10/2019 - 12:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 203 03/10/2019 - 12:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 209 03/10/2019 - 12:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 178 03/08/2019 - 21:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 227 03/08/2019 - 20:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 150 03/08/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 200 02/27/2019 - 22:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 163 02/26/2019 - 00:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 188 02/26/2019 - 00:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 165 02/24/2019 - 11:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 196 02/24/2019 - 11:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 231 02/24/2019 - 10:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 325 12/31/2018 - 11:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 296 12/28/2018 - 16:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 293 12/16/2018 - 06:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 357 12/15/2018 - 23:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 293 12/15/2018 - 08:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 301 12/15/2018 - 08:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 522 12/10/2018 - 22:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 234 12/10/2018 - 19:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 309 12/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 300 12/03/2018 - 23:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 332 11/30/2018 - 18:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 425 11/30/2018 - 17:43 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER, Ó VIDA! 0 257 11/30/2018 - 15:54 Português