CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ENQUANTOS DA VIDA

Enquanto... à segunda-feira,
és da preguiça, uma herdeira;
enquanto..., nos outros dias,
tu tens muitas arrelias
ou mesmo um fim de semana
com muita coisa sacana...

Enquanto... tu te revoltas
por males viajando à solta;
enquanto..., no teu ofício,
trabalho já virou vício,
porque a família que tens
são os teus mais puros bens?

Enquanto... buscas, em vão,
um amor, uma paixão;
Enquanto..., do que semeias,
colhes menos do que anseias...,
outros há esperando a morte.
Isso sim, é que é “má sorte”!

Enquanto uns, desgastando
o que ainda vai sobrando
dum corpo já quase ausente
deste mundo, deprimente...,
outros há que se lamentam,
de males que os atormentam.

E enquanto... o corpo gastam
e sua alma desgastam...
Outros há, dariam tudo
pelo passado, contudo,
estão velhos e a enfrentar
o que lhes resta: esperar!

És habitante com prazo.
Não deixes que aquele atrazo
que tu sentes, no que esperas,
te desespere deveras.
Aceita o que tens, sabendo
que, mal ou bem, estás vivendo!

Maria Letra
2014-06-22
Imagem da net

Submited by

domingo, junho 22, 2014 - 16:59

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 10 horas
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2218

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Outros LENTAMENTE... MUITO LENTAMENTE... 2 3.230 12/07/2019 - 21:01 Português
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 960 03/10/2019 - 12:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 632 03/10/2019 - 12:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 970 03/10/2019 - 12:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 1.529 03/08/2019 - 21:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 718 03/08/2019 - 20:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 616 03/08/2019 - 19:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 822 02/27/2019 - 22:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 1.459 02/26/2019 - 00:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 837 02/26/2019 - 00:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 1.023 02/24/2019 - 11:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 976 02/24/2019 - 11:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 1.077 02/24/2019 - 10:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 1.661 12/31/2018 - 11:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 997 12/28/2018 - 16:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 1.060 12/16/2018 - 06:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 1.220 12/15/2018 - 23:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 1.069 12/15/2018 - 08:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 964 12/15/2018 - 08:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 1.593 12/10/2018 - 22:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 964 12/10/2018 - 19:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 1.510 12/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 736 12/03/2018 - 23:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 1.268 11/30/2018 - 18:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 1.092 11/30/2018 - 17:43 Português