CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Gélida ilusão de Ti

 

 

Frio é o vidro onde encosto a face

O frio recorda-te

Gélidas gotas escorrem

                       ofuscam a verdade

 

Não importa

nas         vezes que pus minha mão sobre a tua

                      ilusão sobreposta

                                                que me sabe bem...

 

Transparente farsa de sons agudos  

como distorcidas melodias             

tocadas por sons mudos

 

apaga-se a imagem das mãos
                                                                      não me lembro...
gelada não sinto nada 

as gotas no vidro que se desenham

 fazem-me lembrar
                                                          

                                                       a saudade do   prometido abraço.

 

Submited by

sexta-feira, dezembro 2, 2011 - 03:45

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

MariaButterfly

imagem de MariaButterfly
Offline
Título: Moderador Vídeos
Última vez online: há 8 anos 9 semanas
Membro desde: 08/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 1428

Comentários

imagem de Jorge Humberto

Minha querida, amiga, Borboleta,

Minha querida, amiga, Borboleta,

mais um poema em toda a sua plena excelência, no te dizeres em versos, por entre as gélidas gotas de água, na pústula dos vidros. Gostei de te ler e de te visitar.

Querida, gostaria de te convidar, a seu tempo,
que entrasses na minha página, para ler este meu poema: NÃO FUI SENÃO UMA CRIANÇA... Obrigado!

Beijinhos mil.
Jorge Humberto

imagem de MariaButterfly

tens sempre palavras muito

tens sempre palavras muito queridas para com a minha
poesia.
obrigado, por me leres e gostares.

Beijo

imagem de Docarmo

Gélida Ilusão de Ti

É um poema que traduz um sentimento de conformada desilusão,do que restou de um amor - que ficou numa saudade, daquilo que podia ter sido e não foi. É a fantasia que o poeta cria enquanto procura beleza em tudo em que alcança, naquilo que julga ver pelo prisma da percepção  dos seus sentimentos. É por isso que  é poeta -,  ele está acima do real, ele vive noutro mundo, ele vive no éden da poesia!  Gostei bastante e também do comentário da Sofia. Parabéns!

imagem de MariaButterfly

A desilusão sempre se acaba

A desilusão sempre se acaba por conformar
Como a saudade mesmo que desiludida relembra

Sem fantasia não havia poesia.

Obrigado pelas tuas palavras,
Gostei de te ver aqui.

Beijo

imagem de DouglasFagundesMurta

Poesia para

Teu nome que já é poesia merecia. Te add

imagem de MariaButterfly

que exagero...lol   beijo

que exagero...lol

 

beijo

imagem de rainbowsky

Frio... frio... frio...

Olá linda.

Frio, gelado, triste.

 

 

Ainda e sempre o frio. Como a face contra a face que aparentemente parecia quente, mas não era mais que um cubo de gelo. O frio recorda quem magoa. E a verdade é que a ilusão foi o caminho mais uniforme, a verdade uma encosta íngreme da qual nem te apercebias, tal era o fascínio e a certeza.

Eram as mãos sobrepostas, uma espécie de conforto que acalmava a alma e o coração. Mas era a maquiavélica máscara, um grito, palavras doces que não passavam de neve sangrando na pele, sons silenciosos e pouco mais.

Mas é como se as linhas das mãos se apagassem com uma borracha. Como se os traços de um lápis que desenhava um conto de fadas tivesse sido vandalizado pela impureza dos sentimentos.

A saudade… o prometido abraço que não chega na eternidade. Nem um beijo, nem um gesto, nem a luz. Apenas a escura desilusão, que gela, que faz doer, que mesmo de olhos abertos mostra o lado mais “bravo” da bruma.

 

Beijo grande em ti*

                                        rainbowsky

 

 

imagem de MariaButterfly

 A saudade sempre é

 A saudade sempre é frio,

Como tu dizes,
o prometido abraço que não chega na eternidade
obrigada, por estares e pela foto!

Gostei muito!
Beijo grande

imagem de RZorpa

Devo confessar-te que a

Devo confessar-te que a saudade, é um tema recorrente,nos meus pensamentos ultimos.
É um sentimento tão rico e amplo que me fascina a ideia de um retiro apenas para a pensar, sentir e expressar. 

Mas estou muito tentado em acreditar que este teu poema (triste como só tu, "inacreditávelmente", cantas a tristeza), toca no  centro da questão: Imcumpridas promessas, tempos superficialmente vividos que se tornam gelo. Por isso se preservam e nos são irremediávelmente servidos como saudade, com a frieza de uma vingança e com a tristeza de um tempo irrecuperável...

Como diria a Poetisa... Gostei muito, muito mesmo.. :))
.
Com beijos, para que não me arrependa, nunca, de não os ter mandado...

Rui

imagem de MariaButterfly

o tempo sempre preserva na

o tempo sempre preserva na memória 

como gelo...

saudade é memória.

 

obrigada,pelas tuas palavras e por estares.

 

beijo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MariaButterfly

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Em Espelhos partidos Existem sempre reflexos Reflectidos 15 2.891 03/06/2018 - 18:56 Português
Poesia/Tristeza Vingo-me 2 2.554 02/27/2018 - 10:33 Português
Poesia/Dedicado Templo de Alma 4 1.262 06/29/2012 - 20:56 Português
Poesia/Geral Nenhuma noite é Eterna 6 1.069 06/26/2012 - 21:28 Português
Poesia/Geral Tu, tu fazes-me falta 14 2.159 06/26/2012 - 21:27 Português
Poesia/Fantasia Serei...Sou uma Borboleta! 7 2.004 06/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral A Perfeição é uma flor chamada Amor 11 1.106 06/24/2012 - 18:20 Português
Poesia/Geral Fôlego Luz Vida 6 1.012 05/23/2012 - 21:52 Português
Poesia/Geral Sonho? 4 1.328 05/15/2012 - 21:14 Português
Poesia/Geral No meu último Ritmo ressuscita-me 13 2.035 05/12/2012 - 21:13 Português
Poesia/Geral Em Ti existe um Fascínio 16 2.948 05/05/2012 - 22:00 Português
Poesia/Geral És Poesia 11 2.194 05/05/2012 - 21:57 Português
Poesia/Geral Guiões são Guiões 10 1.328 05/01/2012 - 22:39 Português
Poesia/Geral A Corda que te Dou 21 2.042 04/20/2012 - 21:23 Português
Poesia/Geral Faria um Relógio de Sol pra me iluminares 6 1.417 04/11/2012 - 21:08 Português
Poesia/Geral Longe é o tempo que Te traduz 6 1.546 04/04/2012 - 22:26 Português
Poesia/Geral Partiste na Noite calaram-se os Pássaros 8 1.257 03/29/2012 - 22:14 Português
Poesia/Geral Gélida ilusão de Ti 14 1.981 03/28/2012 - 23:42 Português
Poesia/Geral Só metade tem a Luz 11 1.366 02/29/2012 - 13:51 Português
Poesia/Geral Todas as tuas Velas estão apagadas 6 1.129 02/12/2012 - 21:35 Português
Poesia/Geral Horizonte em Fogo 8 1.770 01/21/2012 - 21:37 Português
Poesia/Geral Poema gráfico- Sou (quero) 4 3.346 11/29/2011 - 23:17 Português
Poesia/Geral A Verdade da Alma que habita em Mim 16 2.171 10/28/2011 - 21:04 Português
Fotos/Outros Goodbye 2 2.943 10/24/2011 - 22:58 Português
Poesia/Tristeza Em Gelo Ponto de Fusão 6 1.988 10/07/2011 - 21:50 Português