CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

História de amor ao pôr-do-sol

Na noite em que me disfarcei de soletrar,
caíram-me as calças,....

fiz-me de tarado,
sorri, meti dois pingos
de solidão nas retinas,
e lá fui eu ao desvario,...

encontrei a vida deprimida a copiar
registos de plena realização da morte,....

abri o casaco e senti-me
gozado no meu sentimento de homem
que espera vícios do
ar que respira,...

ventou,
soprou tanto o bafo do
desprezo que só tentei
mais a criatividade,...

pintava sóis atrás de um
corpo em putrefacção da
criança mais adorável do mundo,....

apaixonámo-nos, e hoje
somos quem manda no mundo,...

eu, o fazer bem a olhar
para o quem cá de dentro,....

ela, gosta de comer
sonhos congelados para sobreviver.....

Submited by

quarta-feira, julho 15, 2009 - 14:05

Poesia :

No votes yet

psicolito

imagem de psicolito
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 1 dia
Membro desde: 06/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 415

Comentários

imagem de Henrique

Re: História de amor ao pôr-do-sol

ventou,
soprou tanto o bafo do
desprezo que só tentei
mais a criatividade,...

Potente!!!

:-)

imagem de KeilaPatricia

Re: História de amor ao pôr-do-sol

Forte...

:-)

imagem de psicolito

Re: História de amor ao pôr-do-sol/para keila patricia

Obrigado pelo comentário.
:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of psicolito

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia Noite recortada em ti 0 279 05/13/2018 - 13:55 Português
Poesia/Intervenção Que se passa..... 2 342 12/30/2011 - 10:05 Português
Poesia/Meditação Costureirinha 0 698 10/08/2011 - 17:53 Português
Poesia/Meditação Duas cabeças 1 613 07/02/2011 - 14:38 Português
Poesia/Meditação Não 0 482 06/14/2011 - 17:34 Português
Poesia/Intervenção Democracia Verdadeira Já.... 0 507 06/04/2011 - 19:21 Português
Poesia/Dedicado A dormir se é feliz.... 0 1.012 05/22/2011 - 09:30 Português
Poesia/Geral ...sobre coisas 0 402 05/13/2011 - 18:22 Português
Poesia/Meditação Estaminé 1 855 04/19/2011 - 22:37 Português
Poesia/Meditação Indecisa a força maior de todos nós 5 808 02/16/2011 - 10:09 Português
Poesia/Dedicado Mais ou menos assim.... 0 982 02/11/2011 - 13:20 Português
Poesia/Meditação Povo somos ninguém 0 443 01/30/2011 - 15:39 Português
Prosas/Fábula Como morri... 8 1.012 01/21/2011 - 10:33 Português
Poesia/Meditação O amor é confuso.... 0 646 01/20/2011 - 10:14 Português
Prosas/Mistério Retalhar 0 1.031 12/18/2010 - 12:39 Português
Fotos/ - 1591 0 814 11/23/2010 - 23:39 Português
Fotos/ - 1590 0 808 11/23/2010 - 23:38 Português
Prosas/Romance Sentia-se Maria 0 882 11/18/2010 - 23:08 Português
Prosas/Pensamentos Oferece-me assim ao dia que raia... 0 723 11/18/2010 - 23:02 Português
Prosas/Pensamentos Lamaçal de ideias 0 637 11/18/2010 - 22:48 Português
Prosas/Pensamentos Estou chateado, e provo-o... 0 786 11/18/2010 - 22:48 Português
Prosas/Outros Formato das coisas podres 0 673 11/18/2010 - 22:47 Português
Prosas/Pensamentos Morte enpacotada 0 870 11/18/2010 - 22:47 Português
Prosas/Ficção Cientifica Assexuado 0 689 11/18/2010 - 22:47 Português
Poesia/Desilusão Inspirado em quem se inspirou na morte para homenagear 0 805 11/18/2010 - 15:32 Português