CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MEU CAMINHO DE CRISTAL


Meus Caminhos de Cristal,
percorro com ambições,
lado-a-lado com camelos,
águias, mochos, camaleões.
Por vezes lhes faço frente,
outras há que os ignoro.
Depende do que consente,
a minha vida, que adoro.
Aos camelos tiro espaço;
às águias apalpo o pulso;
aos mochos abro um abraço
e os camaleões …, expulso!
Neste caminhar que mudo,
porque a vida mo consente …,
tenho encontrado de tudo,
e tanto que me atormente.
Vejo males noutros caminhos
muito piores do que os meus.
Bichos preversos, daninhos,
‘avis raras’, camafeus.
Magoa fundo esta dor
de ver o velho e a criança,
sem defesa e sem amor,
morrer de desesperança.
E não se iludam aqueles
Que pensam remediar
erros velhos, quando neles,
há vícios de aos céus bradar.
Não se cancela num dia,
condutas velhas, caducas,
e o remendo só adia,
a regra que nos educa.
É preciso fazer mais.
Defenderei, com fervor,
actuações globais
em prol dum mundo melhor.

Maria Letra
2011-05-03

Submited by

terça-feira, novembro 20, 2012 - 17:35

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 30 semanas 5 dias
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2604

Comentários

imagem de Maria Letra

MEU CAMINHO DE CRISTAL

Bom dia, poeta Nuno Lago. Obrigada pelo seu comentário.
Eu estou, ainda, um pouco às 'apalpadelas' no site, mas irei lá chegar... É uma questão de tempo...
Estou sempre na minha página, mas diz-me que a página que procurava não foi encontrada ... rsrsrs.
Abraço.
Maria

imagem de Nuno Lago

MEU CAMINHO DE CRISTAL

Bravo, Poeta! "A minha vida, que adoro." Um sentir que dá prazer. Bonito poetar!
Abraço
Nuno

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza O FLAGELO DA PERDA 1 297 06/17/2021 - 15:23 Português
Poesia/Geral NA MIRA DE GENTE FALSA 0 228 06/13/2021 - 20:41 Português
Poesia/Intervenção SOCIALIZAR_OU NÃO? 0 163 06/13/2021 - 20:36 Português
Poesia/Geral RENOVAÇÃO 0 375 05/27/2021 - 16:34 Português
Poesia/Intervenção AUTO DA SUBSERVIÊNCIA 0 281 05/25/2021 - 00:03 Português
Poesia/Soneto LUZ E DESAIRE 0 282 05/21/2021 - 17:32 Português
Poesia/Desilusão ESPECTRO DO QUE ME RESTA 0 360 05/06/2021 - 23:10 Português
Poesia/Soneto QUERIA SER POMBA COM ASAS DE ESTANHO 0 311 05/06/2021 - 21:29 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER! 2 462 04/27/2021 - 20:40 Português
Poesia/Tristeza MUITOS FORAM OS QUE PARTIRAM 0 402 04/25/2021 - 10:42 Português
Poesia/Intervenção REVOLUÇÃO 0 374 04/25/2021 - 08:39 Português
Poesia/Dedicado UM HINO À NOITE 0 392 04/22/2021 - 23:15 Português
Prosas/Outros A MINHA PERPECTIVA SOBRE ALGUMAS DAS DIFERENTES CLASSES SOCIAIS-COM A COLABORAÇÃO DE MIGUEL LETRA 0 455 04/13/2021 - 12:14 Português
Poesia/Meditação ESPERO_POR_TI_MADRUGADA 2 257 04/07/2021 - 20:34 Português
Poesia/Desilusão A NOVA PÁSCOA 0 266 04/04/2021 - 07:09 Português
Poesia/Geral O QUE SERIA DE MIM 0 281 03/28/2021 - 02:54 Português
Poesia/Soneto TEMPOS DE AFLIÇÃO 2 399 03/26/2021 - 23:34 Português
Poesia/Geral ESPERANDO PELA MARÉ ALTA 0 327 03/25/2021 - 23:45 Português
Poesia/Geral MULHER-ESCRITORA 0 273 03/25/2021 - 16:28 Português
Poesia/Tristeza RECOMEÇAR 0 296 03/25/2021 - 01:32 Português
Poesia/Desilusão O VAZIO DA MINHA ALMA 0 1.176 03/11/2021 - 12:51 inglês
Poesia/Geral O GRITO DO INDÍGENA 2 480 03/10/2021 - 21:31 Português
Poesia/Tristeza TERRAS DE DESAMOR 0 454 03/09/2021 - 21:04 Português
Poesia/Intervenção VIOLÊNCIA 0 289 03/09/2021 - 20:46 Português
Poesia/Geral A MULHER E O OBVERSO DO IRREVERSÍVEL 0 305 03/08/2021 - 21:30 Português