CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Minha ressurreição

Minha ressurreição

Lembro-me de um momento maravilhoso, antes de
você eu era eu, como uma visão fugaz, como o gênio
da beleza pura num gosto gostoso.

Na tristeza, na saudade e na esperança no grande
afã barulhento do alarme.

Ressoou para mim uma voz terna longa em sonhos de
recursos doces e de saudosa lembrança.

Anos se passaram, tempestades rebeldes, explosão de
desejo, velhos sonhos e eu esqueci até a sua voz suave,
suas características celeste eu nem vi.

Quando dei por mi estava no deserto, na escuridão do
cativeiro em amargos dias que eu fui arrastado calmamente.

Nem DEUS, nem inspiração, sem lágrimas, sem vida, sem
amor, sem mente.

O sol vêm despertando-me aqui, mais uma vez esta sendo
você como uma visão fugaz, como o gênio da beleza pura,
é você que tornou o feio em nova figura.

Agora o meu coração bate em êxtase, e para ela ressuscitou
novamente.

E veio a divindade, a inspiração, e a vida renasceu com
lágrimas de amor, destruindo a serpe que se instalou em
mim.

E me fez sentir um broto novo de uma nova semente.

O NOVO POETA. (W.Marques).

O NOVO POETA. (W.Marques).

Submited by

quinta-feira, dezembro 3, 2009 - 12:37

Poesia :

No votes yet

onovopoeta

imagem de onovopoeta
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 04/19/2009
Conteúdos:
Pontos: 1469

Comentários

imagem de mariamateus

Re: Minha ressurreição

W.Marques :-)

O renascer de uma alma nova,
de um novo poeta em tons de nostalgia...

Muito bom mesmo...

Saliento a estrofe!

E me fez sentir um broto novo de uma nova semente.

Abraço carinhoso

imagem de MarneDulinski

Re: Minha ressurreição

E veio a divindade, a inspiração, e a vida renasceu com
lágrimas de amor, destruindo a serpe que se instalou em
mim.

E me fez sentir um broto novo de uma nova semente.
MEUS PARABÉNS,
md

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Minha ressurreição

Parabéns pelo belo poema.

Gostei.

Um abraço,
REF

imagem de cecilia

Re: Minha ressurreição

E assim se faz de novo o poeta, das cinzas se torna belo o poema, de um resolvido dilema, e felizes estamos pois o poeta de novo encontramos em traço de alegria e escrevendo com magia.

Bjs

imagem de jopeman

Re: Minha ressurreição

Da dor e das cinzas renasce o ser...mais crescido

Gostei bastante

Abraço

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of onovopoeta

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Santo do pau oco 0 781 11/03/2018 - 20:51 Português
Poesia/Geral Gemas acabrunhadas 0 543 10/19/2018 - 13:06 Português
Poesia/Geral Receio do remate 1 1.439 10/15/2018 - 15:47 Português
Poesia/Meditação Talvez um anjo 1 845 10/15/2018 - 15:46 Português
Poesia/Meditação Oscilação 1 1.460 10/15/2018 - 15:45 Português
Poesia/Geral Dito-cujo 2 829 10/15/2018 - 15:43 Português
Poesia/Geral Abstrato 2 1.218 03/15/2018 - 08:42 Português
Poesia/Amor Sobejar de paixão 2 488 03/15/2018 - 08:41 Português
Poesia/Geral Beiços de homens 1 560 02/27/2018 - 10:37 Português
Poesia/Meditação Morte e vida 1 1.352 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Pétalas do amor 1 707 01/22/2018 - 13:58 Português
Poesia/Meditação 10 graças 1 786 05/29/2016 - 12:03 Português
Poesia/Geral Sinfônica saúde 0 714 04/22/2016 - 14:02 Português
Poesia/Geral Santas descabidas 0 806 02/21/2016 - 19:22 Português
Poesia/Amor Vinho triste 0 1.008 02/21/2016 - 19:20 Português
Poesia/Amor Lucidez abstrusa 0 1.510 12/24/2015 - 11:19 Português
Poesia/Geral Oportunista 0 782 11/07/2015 - 21:42 Português
Poesia/Geral Fluidos mínimos 0 871 09/23/2015 - 10:55 Português
Poesia/Geral Mortos odoríferos 0 1.195 07/21/2015 - 10:30 Português
Poesia/Amor Princesa do gueto (A morte da princesa). 0 1.169 06/13/2015 - 18:21 Português
Poesia/Meditação Dias encafifados 0 1.080 04/29/2015 - 11:07 Português
Poesia/Amor Amor de seis rimas 0 1.210 03/27/2015 - 11:29 Português
Poesia/Geral Mortos do vaso 0 1.024 02/15/2015 - 12:26 Português
Poesia/Amor Memórias de girasol 0 889 01/15/2015 - 10:12 Português
Poesia/Fantasia Luzes dos lampiros 0 1.011 12/23/2014 - 13:55 Português