CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Elo

 

Mário, dono do mais famoso cabaré da cidade,
Tinha nascido do ventre de uma pobre prostituta,
Que mal, ele nascera, o terá abandonado sem dó nem piedade,
À porta daquela que seria a sua casa e a sua futura labuta.

Naquela casa de devaneio sexual, foi finamente criado,
Apesar de ser filho adoptivo de uma velha meliante madame,
Fez-se homem entre as putas mulheres e ainda fora educado,
Com regra, postura e exame.

Cedo, chegou à conclusão, que queria algo mais refinado,
Queria transformar algo banal, em algo mais ousado.
Então, depois de sua velha morrer,
Transformou o antro em algo, bonito de se ver.

Deu vida, cor e glamour, ao lugar que o acolheu,
Transformou algo sexual, em algo sensual.

Queria inovar o conceito de mostrar o corpo,
Queria dar a conhecer à sociedade, que nem tudo era torto.

Eis, que conhece, Verónica, uma mulher fatal,
Olhou para ela, e apaixonou-se loucamente,
Ela era tudo o que um homem sonhou, bonita e sensual,
E só a ela, ele abriu seu coração, completamente.

Ela, depois de conhecer a sua história,
Pode ver algo semelhante,
Pode regressar á sua recôndita memória,
De algo que ela pensara estar distante.

Reviveu o momento em que os seus filhos abandonara,
Colocou-se na pele daquela que lhe havia feito o mesmo,
Sabia agora o que um dos seus filhos sentira,
Fechou os olhos, carregados de lágrimas, mergulhou num abismo.

Desde esse baixar do pano, que ao seu lado permaneceu,
Parecia que este homem havia cruzado o seu destino,
Não por casualidade, mas porque tinha caído do céu,
Seria, ele o redimir, o perdão de seu deslize, pelo divino?

 

 

 

Submited by

sábado, novembro 19, 2011 - 23:59

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

joanadarc

imagem de joanadarc
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 17 semanas
Membro desde: 07/17/2011
Conteúdos:
Pontos: 1575

Comentários

imagem de Teresa Almeida

Estou surpreendida com o

Estou surpreendida com o estilo da tua poesia.

Esta é uma peça que apetece pôr em cena. Contém uma mensagem que faz refletir.

Parabéns Joana.
 

Beijinhos 

imagem de apsferreira

Continua a ser grande o

Continua a ser grande o interesse que geram

os trâmites da tua estória, Joana, que eu continuo

a seguir com a minha melor atenção.

:-)

imagem de joanadarc

Obrigado caro Albano, Vou

Obrigado caro Albano,

Vou tentar cumprir que essa meta (a do interesse).

Joana

 

imagem de RZorpa

Minha cara e inspirada

Minha cara e inspirada joana, 

O que escreves, faz sentido. Narra uma época, encerra uma lição, provoca, municia a critica e é entendido pelas pessoas, mesmo as que não gostam... Enfim, estás no caminho certo, para ser entendida e tambem discutida. Como o teu nick indica, és uma mulher corajosa. Tenho um grande orgulho na tua amizade esperando não te intimides, mantendo um nível sempre elevado.

Um enormissimo beijo!

RZorpa 

 

imagem de joanadarc

Meu carissimo e inspirador

Meu carissimo e inspirador Rui,

Apetecia-me deambolar aqui uma carta, mas apenas te quero dizer uma coisa:"Os cães ladram....a nossa caravana passa".

Obrigado pelo teu carinho e amizade sincera, coisa rara nos dias de hoje, na WAFe fora dela.

Beijo-te

Joana

imagem de Dany May

Boa noite Amiga Joana

Como sempre fico encantada ao ler as suas poesias

Permita que coloque em evidência esta estrofe:

Deu vida, cor e glamour, ao lugar que o acolheu,
Transformou algo sexual, em algo sensual.
Queria inovar o conceito de mostrar o corpo,
Queria dar a conhecer à sociedade, que nem tudo era torto.

Nem tudo é torto...assino embaixo

Belíssima esta sua poesia!

Um grande abraço

Dany

imagem de joanadarc

Cara Dany, É sempre um prazer

Cara Dany,

É sempre um prazer receber os teus comentários. Tu mesma, também escreves com muito sentimento e emoção.

Obrigado.

Joana

 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of joanadarc

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão ESPERO-TE 6 1.771 03/15/2018 - 10:14 Português
Poesia/Dedicado OS HOMENS TAMBÉM CHORAM... 4 786 03/15/2018 - 10:13 Português
Poesia/Paixão O HOMEM COM MEDO 3 826 03/15/2018 - 10:12 Português
Poesia/Pensamentos DEMOCRACIA DA EXPRESSÃO 11 2.106 02/27/2018 - 11:13 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 1 765 04/20/2013 - 00:07 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 0 1.833 04/06/2013 - 00:55 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 0 1.129 04/06/2013 - 00:50 Português
Poesia/Paixão DEBAIXO DA TUA PELE 1 1.422 03/28/2013 - 18:05 Português
Poesia/Dedicado A SOMBRA DA SOLIDÃO 1 1.657 03/04/2013 - 11:47 Português
Poesia/Paixão DEVIA TER-TE... 2 905 03/01/2013 - 17:25 Português
Poesia/Meditação DIZERES MUDOS 2 885 03/01/2013 - 17:15 Português
Poesia/Pensamentos DEIXAR O DESTINO TRABALHAR 3 633 03/01/2013 - 17:10 Português
Poesia/Erótico SODOMIZO-TE…O Diabo do Corpo 5 1.237 10/04/2012 - 22:55 Português
Poesia/Paixão MORRES 8 1.348 07/02/2012 - 23:57 Português
Videos/Pessoal Bruno Mars - It Will Rain 0 1.336 06/30/2012 - 23:12 Português
Videos/Música Lana Del Rey - Blue Jeans 0 1.606 06/30/2012 - 23:03 Português
Poesia/Paixão TARDO EM TI... 2 1.234 06/30/2012 - 22:59 Português
Poesia/Paixão A BELA E O MONSTRO 4 2.591 06/30/2012 - 22:38 Português
Videos/Música Alejandro Sanz - y solo se me ocorre amarte 0 1.672 06/30/2012 - 22:31 Português
Videos/Música Heartbeat City - The Cars 0 1.743 06/30/2012 - 22:11 Português
Poesia/Dedicado Já não tenho medo 12 1.987 06/25/2012 - 00:21 Português
Poesia/Dedicado ESTE COMBOIO NÃO VAI PARAR 4 1.017 06/24/2012 - 21:20 Português
Videos/Música Pedro Abrunhosa - Tenho o Diabo no Corpo 0 2.046 06/22/2012 - 22:30 Português
Videos/Música Susana Félix - Idade do Céu 0 1.717 06/16/2012 - 21:36 Português
Poesia/Paixão CAÍRAM AS PONTES ENTRE NÓS 0 958 06/10/2012 - 20:47 Português