CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SE VOCÊ TEM VONTADE DE ESCREVER, FAÇA COMO EU (Parte 1)

Amigos, estou começando a escrever um novo romance policial.
O nome do mesmo é: "SÓ A JAQUELINE QUE NÃO VEIO".
Se você não gostou do nome do livro pode me falar, mas não poderá dar sugestões
porque eu nem sei do que se trata. Não sei o começo e nem o fim.

Se você tem vontade de escrever, faça como eu: simplesmente comece!
Eu já escrevi quatro romances e só publiquei um. Como foi?
Foi assim. Eu somente sabia uma situação, um acontecimento ou apenas uma frase.
Anotei o que sabia e aguardei.

Quando a gente pensa em dormir ou em repousar, aquela frase, aquela situação sem personagens,
sem sentido, sem finalidade começa a atrapalhar o descanso, começa a cutucar, a questionar,
a martirizar... até o momento em que você adormece.

Só você que adormece, seu cérebro não!

Sua mente começa a formar a estória. Começa a lhe contar a estória como se parte dela já estivesse escrita.
No outro dia, você escreve mais um pouquinho.
Você percebe que nada está fazendo sentido.
Mas, na vida real nem tudo faz sentido! Então, você continua a escrever a estória que seu cérebro está lhe contando.
Imagine que tudo já está escrito e seu cérebro apenas vai tirando o texto de uma caixinha e lhe narrando.
Não desista, amigo. Toda a estória já está completa em você.
Continue... (eu vou continuar)

Logo eu vou escrever  a conclusão, a parte 2.

J Thamiel Zezinho Silva

Submited by

sábado, novembro 14, 2020 - 14:24

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 horas 45 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3326

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia POSSO SER DEUS 0 745 02/20/2019 - 14:16 Português
Poesia/Dedicado O BOM POETA - (Homenagem) 0 1.072 02/07/2019 - 16:38 Português
Poesia/Geral A CALMA DA GRANDE CIDADE 0 1.497 02/05/2019 - 14:52 Português
Poesia/Geral ÁGUA DA MORINGA 0 1.064 02/02/2019 - 11:50 Português
Poesia/Geral NUVEM NEGRA 0 971 01/27/2019 - 14:46 Português
Poesia/Dedicado CADÊ OS POETAS? 0 741 01/21/2019 - 16:43 Português
Poesia/Geral ILUSÃO LETAL 0 1.079 01/15/2019 - 17:32 Português
Poesia/Intervenção AUTENTICIDADE 0 1.367 01/15/2019 - 16:00 Português
Poesia/Intervenção POEMA... PRA QUÊ? 0 1.110 01/14/2019 - 12:40 Português
Poesia/Geral LEMBRANÇAS DE PIRACAIA 0 840 01/11/2019 - 14:43 Português
Poesia/Dedicado 590 DEGRAUS - Acesso ao Cruzeiro de Piracaia 0 1.235 01/05/2019 - 13:51 Português
Poesia/Geral SOBRE MIM, NÃO IRIA DIZER NADA 0 977 12/27/2018 - 16:45 Português
Poesia/Amor H E L O I S A 1 813 12/20/2018 - 15:32 Português
Poesia/Fantasia SEMIDEUS 0 2.825 12/17/2018 - 10:41 Português
Poesia/Geral M É R I T O 0 847 12/07/2018 - 10:54 Português
Poesia/Geral CASTRO ALVES, O POETA INFANTE 0 1.159 11/30/2018 - 10:49 Português
Poesia/Meditação REFLETINDO COM A GALINHA 0 1.660 11/29/2018 - 15:02 Português
Poesia/Geral P R I S Ã O 3 1.909 11/25/2018 - 19:22 Português
Poesia/Meditação A T R I L H A 0 2.270 11/23/2018 - 17:24 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 2 1.028 11/20/2018 - 13:33 Português
Poesia/Geral MADORNA 0 1.435 11/06/2018 - 12:22 Português
Poesia/Geral FORMIGAS 2 1.757 10/29/2018 - 19:58 Português
Poesia/Gótico O RITUAL NEGRO 0 1.366 10/18/2018 - 16:01 Português
Poesia/Geral Ê X T A S E 0 1.233 10/18/2018 - 13:59 Português
Poesia/Meditação QUASE CONTRITO 0 997 10/15/2018 - 13:19 Português