CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SE VOCÊ TEM VONTADE DE ESCREVER, FAÇA COMO EU (Parte 1)

Amigos, estou começando a escrever um novo romance policial.
O nome do mesmo é: "SÓ A JAQUELINE QUE NÃO VEIO".
Se você não gostou do nome do livro pode me falar, mas não poderá dar sugestões
porque eu nem sei do que se trata. Não sei o começo e nem o fim.

Se você tem vontade de escrever, faça como eu: simplesmente comece!
Eu já escrevi quatro romances e só publiquei um. Como foi?
Foi assim. Eu somente sabia uma situação, um acontecimento ou apenas uma frase.
Anotei o que sabia e aguardei.

Quando a gente pensa em dormir ou em repousar, aquela frase, aquela situação sem personagens,
sem sentido, sem finalidade começa a atrapalhar o descanso, começa a cutucar, a questionar,
a martirizar... até o momento em que você adormece.

Só você que adormece, seu cérebro não!

Sua mente começa a formar a estória. Começa a lhe contar a estória como se parte dela já estivesse escrita.
No outro dia, você escreve mais um pouquinho.
Você percebe que nada está fazendo sentido.
Mas, na vida real nem tudo faz sentido! Então, você continua a escrever a estória que seu cérebro está lhe contando.
Imagine que tudo já está escrito e seu cérebro apenas vai tirando o texto de uma caixinha e lhe narrando.
Não desista, amigo. Toda a estória já está completa em você.
Continue... (eu vou continuar)

Logo eu vou escrever  a conclusão, a parte 2.

J Thamiel Zezinho Silva

Submited by

sábado, novembro 14, 2020 - 14:24

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 13 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3326

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Q U A N D O ? 0 1.092 12/12/2017 - 15:39 Português
Poesia/Dedicado A COMIDA DA MAMÃE 0 624 12/07/2017 - 12:57 Português
Poesia/Geral QUAL A RIMA? 0 776 12/05/2017 - 16:02 Português
Poesia/Meditação PERDIDO 0 671 12/02/2017 - 17:09 Português
Poesia/Geral VAIDADE VÃ 3 658 12/02/2017 - 16:33 Português
Poesia/Geral PARABÉNS 0 756 11/29/2017 - 10:05 Português
Poesia/Fantasia POETA UNIVERSAL 0 1.170 11/28/2017 - 14:15 Português
Poesia/Dedicado CASTRO ALVES e eu 3 1.330 11/26/2017 - 02:34 Português
Poesia/Desilusão HORAS VAZIAS 0 1.087 11/25/2017 - 10:34 Português
Poesia/Geral VIDA SIMPLES 1 1.501 11/23/2017 - 13:46 Português
Poesia/Geral MESA DE BAR 0 1.696 11/22/2017 - 22:01 Português
Poesia/Gótico CHEGA DE PROSA 1 1.253 11/21/2017 - 15:38 Português
Poesia/Meditação P E R D Ã O 2 3.145 11/19/2017 - 19:37 Português
Poesia/Meditação DECISÃO ACERTADA 0 1.337 11/19/2017 - 15:27 Português
Poesia/Meditação CAIXINHA DO TEMPO 0 1.082 11/17/2017 - 17:33 Português
Poesia/Amor LEVES E SOLTAS 0 866 11/14/2017 - 10:16 Português
Poesia/Geral RECORTES DE JORNAIS 0 940 11/12/2017 - 01:57 Português
Poesia/Geral N E F L I N S 0 1.062 10/29/2017 - 14:33 Português
Poesia/Geral A CHUVA 0 985 10/26/2017 - 14:53 Português
Prosas/Outros Troam Trovas Triviais 0 673 10/24/2017 - 21:44 Português
Poesia/Geral ANSIEDAD 0 930 10/22/2017 - 15:28 Espanhol
Poesia/Geral NUNCA HABRÁ SOMBRILLA 1 1.021 10/20/2017 - 22:23 Espanhol
Poesia/Geral TROAM TROVAS TRIVIAIS 2 943 10/19/2017 - 21:45 Português
Poesia/Meditação A MENINA DE NAZARÉ 0 1.038 10/19/2017 - 00:43 Português
Poesia/Amor SEU BEIJO 2 1.061 10/17/2017 - 17:32 Português