Existes…

Procurei-te pelos tempos
ao longo da vida quando via um sorriso.

Um gesto, um afago era por ti
que buscava toda a minha existência.

Olhava e não te encontrava.

Quando um raio de sol numa mão
te arrastava, eu continuava na minha longa caminhada.

Um dia surgiste vindo do nada.

Olhei-te,
abracei-te e beijei-te,
disse encontrei o que tanto procurava.

És magia e luar
de um mundo de emoções,
um não sei cheio de tentações.

Quando a minha boca
encontrou a tua foi uma quimera,
foi uma montanha russa de sensações que há tanto buscava!

És viril, és paixão, és o meu ponto G.

Na entrega dos nossos corpos,
no exilir da paixão buscava teus olhos
semi-abertos nas procuras da realidade!

Continuo a sonhar acordada,
hoje a minha alma que é amada.

Meu corpo grita o prazer,
minhas mãos tocam os teus lábios
para suavemente com a ponta da língua
transpor tudo ao encontro dos teus beijos…

Existes…

Submited by

Jueves, Abril 2, 2009 - 01:30

Poesia :

Sin votos aún

mariamateus

Imagen de mariamateus
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 27 semanas 6 días
Integró: 02/24/2009
Posts:
Points: 2987

Comentarios

Imagen de Anonymous

Re: Existes…

Tu existes, ele existe...assim se faz o eco de belo poema de amor.

Beijo

Imagen de Conchinha

Re: Existes…

É giro. Como já tenho dito, o mundo roda.
Recentemente li poemas teus que soltavam algumas tristezas e vejo-te agora no lado oposto do mundo.

Quando estiveres no outro lado da volta, lembra-te deste.
bjo

Imagen de Anonymous

Re: Existes… P/mariamateus

existes... e entregas-te na montanha russa de emoções que transpões nas tuas palavras...

beijo

Imagen de Henrique

Re: Existes…

És viril, és paixão, és o meu ponto G.

Uma procura pelos tempos que se exibe compensadora...

Bjs :-)

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of mariamateus

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.155 02/26/2018 - 13:29 Portuguese
Poesia/Dedicada RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.575 07/01/2013 - 21:10 Portuguese
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.445 04/01/2013 - 09:37 Portuguese
Poesia/Desilusión RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.646 03/30/2013 - 20:55 Portuguese
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.084 03/25/2013 - 18:15 Portuguese
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.205 03/16/2013 - 22:59 Portuguese
Poesia/Desilusión QUEBRADA 1 1.447 03/08/2013 - 21:35 Portuguese
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 894 03/08/2013 - 02:12 Portuguese
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.689 03/05/2013 - 22:05 Portuguese
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.331 03/05/2013 - 22:02 Portuguese
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.121 03/02/2013 - 01:09 Portuguese
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 888 02/11/2013 - 13:26 Portuguese
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.317 02/07/2013 - 15:34 Portuguese
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.655 01/14/2013 - 22:11 Portuguese
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.758 12/09/2012 - 18:03 Portuguese
Poesia/Pasión LUA MINHA 1 1.505 12/09/2012 - 00:35 Portuguese
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.188 12/07/2012 - 16:59 Portuguese
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.797 12/06/2012 - 20:35 Portuguese
Poesia/Meditación SILENCIOSA NOITE 2 1.454 12/06/2012 - 19:30 Portuguese
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.468 12/04/2012 - 19:11 Portuguese
Poesia/Meditación AO SABOR DO TEMPO 0 1.883 11/29/2012 - 20:41 Portuguese
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.287 11/26/2012 - 19:50 Portuguese
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.981 09/30/2012 - 22:33 Portuguese
Poesia/Meditación ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.908 09/25/2012 - 02:47 Portuguese
Poesia/Meditación FRÁGEIS DEDOS 1 1.584 09/18/2012 - 22:32 Portuguese