CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ÉS TU?

 


Espero por ti

Sempre

A cada manhã

Cada pôr de sol

Aguardo-te

A cada noite

Quero-te.

Amanheces em mim

Na minha alma

Tu não vês?

E não lês nas entrelinhas?

que a minha voz te aguarda?

Sonho-te
A cada sonho.

Com o desejo, que não sejas mais Um

Sem realização.

Aguardo,
as tuas mãos para me despertar.


Num leve toque.

Quem és tu?
Sei que o teu nome é Amor.

Como serás?

Nunca te vi
Apenas te senti
Um dia em ilusão.


 

Submited by

segunda-feira, abril 11, 2011 - 01:26

Poesia :

No votes yet

MariaButterfly

imagem de MariaButterfly
Offline
Título: Moderador Vídeos
Última vez online: há 7 anos 26 semanas
Membro desde: 08/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 1428

Comentários

imagem de tactos

:)

gostei :)

imagem de SuzeteBrainer

Muito belo e delicado o teu

Muito belo e delicado o teu poema. Uma saudação ao amor,um chamado profundo da tua alma e serás atendida!

Beijo smiley

imagem de MariaButterfly

um chamado de minha alma,que

um chamado de minha alma,que fica na esperança de tuas palavras.

obrigada!

espero encontrar, fico sempre feliz que gostes daquilo que escrevo,

e que estejas presente.

 

beijos

imagem de AnaMar

Num crescente de emoções a

Num crescente de emoções a espera do amor que se sente e não se vê. Pois só se reconhece em actos. E se sente no peito. E em todo o nosso ser.t

imagem de MariaButterfly

a espera de amor que ainda

a espera de amor que ainda não sei se me espera...

sim se sente, em todo o ser.

fiquei feliz, que tenhas passado aqui e deixado tuas palavras.

obrigada.

 

 

beijos

imagem de rainbowsky

O amor...

Espero por ti

(E a ânsia é cada vez maior. Na espera a respiração muda muitas vezes)


Sempre

(O amor existe sempre, mas a forma em que pretendemos tê-lo é que pode variar. Se ele existe de uma forma, pode sempre querer-se tê-lo de outra forma também)


A cada manhã

(Nada melhor que uma manhã para trazer claridade à nossa alma. Mas as manhãs por vezes demoram demasiado tempo. Dliaceram como se fosse fogo que nos entra pelo peito, mas não sai pelas costas)


Cada pôr de sol

(Há um simbolismo mágico em cada pôr-do-sol, uma magia que se difunde, um apelo que clama por uma chama, por um ser alheado da solidão)


Aguardo-te

(Por vezes torna-se um quase desespero, ou diria antes uma esperança crescente, que fermenta, que fere, que interroga, mas que permite ao mesmo tempo manter, como cal  em água, o desejo)


A cada noite
Quero-te.

(Impossível esquecê-lo. Impossível viver sem ele. O amor é sem dúvida a mais forte muralha contra a escuridão do abismo. Por outro lado, quando o queremos incessantemente de uma forma que pode não ser possível, pode ser o mais rápido empurrão para cair: em definitivo)


Amanheces em mim

(O coração bate mais forte, como se saísse pela boca, como se explodisse em milhões de pedaços que se espalhassem pelo universo infinito e assim demonstrarem a dimensão)

Na minha alma

(Quando a alma se alimenta de amor há uma pégada que fica, uma tatuagem que se desenha sozinha, porque algo a guia sem precisar de esforço)


Tu não vês?
E não lês nas entrelinhas?
que a minha voz te aguarda?

(O amor vê claramente. Vê com a clareza que não conseguimos ver por ser tão transbordante o que queremos. É invisível, é mudo, é satírico, é irónico, é riso, é grito, lágrima, tormento, dor, sensibilidade, luz. Vê tudo, sente tudo. Nas entrelinhas somos apenas o meio-caminho para a felicidade. Só quando as "duas estradas se encontram na mesma encruzilhada", por certo a cor do céu no horizonte muda. A voz aguarda, como que bloqueada numa câmara de onde as ondas sonoras não saem. Mas a voz aguarda, porque quando espera o amor... e acredita que ele vem, onde quer que esteja ouvir-se-á a voz do coração, mesmo no mais silencioso e amordaçado grito)


Sonho-te
A cada sonho.

(E quando sonhas não é mais do que um pronúncio. A dormir, acordada. Ele está lá.)


Com o desejo, que não sejas mais Um
Sem realização.

(E olhas-te no espelho, o teu rosto, a tua geometria, e sabes: mereço-o, e ele quer-me. Mas não basta ele querer-me e eu desejá-lo é preciso encontrar  "no mar imenso, o barco que flutue sem medo de se perder na derivação dos sentidos")


Aguardo,
as tuas mãos para me despertar.

(E enchem-se de carinho, de serenidade, de afecto. Transbordam sem nunca perder o equilíbrio. Amparam, suportam, abraçam, protegem.

Num leve toque.

(E basta esse simples toque, para que na infinitésima parte de um segundo saibas que o toque é o definitivo...)


Quem és tu?
Sei que o teu nome é Amor.

(O nome é Amor, e é o nome mais comum no mundo. Mas não tem bilhete de identidade, não tem altura nem peso, mas tem naturalidade. Vive em nós, nasce em nós. A única maravliha que acontece é quando conseguimos juntá-lo ao "nome" de mais alguém).


Como serás?
Nunca te vi

(Não verás, mas facilmente o identificarás, mesmo sem nunca o teres visto na vida. Não há face, não há traço mais fácil de de ver... mas também... nunca haverá... mais difícil de compreender).


Apenas te senti
Um dia em ilusão

(E magoa, e dói, dilacera, vibra e vibra e espalha-se em nós um formigueiro generalizado...)

Apenas nos resta: acreditar que será possível senti-lo. Por isso não desesperes. Talvez ele possa estar na esquina, na travessa, no próximo passo que deres, em qualquer dia, em qualquer hora, em qualquer lugar). É disso que faz dele o mais misterioso dos "seres", mas também o mais magnífico).

Que ele te acorde um dia e te diga: cheguei para te fazer feliz ! :) Eu tenho a mesma esperança.

Beijo

Gostei muito, muito, muito.

 

rainbowsky

 

imagem de MariaButterfly

Os teus comentários, são

Os teus comentários, são sempre enormes

penso mesmo, que eles ultrapassam minha
poesia.

Obrigada, pelas tuas palavras, amigo.


Beijos

imagem de antonioduarte

"ÉS TU?"

Muito bom, seu texto. Adorei e posso acrescentar:

- É no sonho que nós poderemos ser livres, pois: Temos a possibilidade de criar o AMOR tal como o desejamos.

Parabéns

Beijo.

imagem de MariaButterfly

É verdade, no sonho tudo

É verdade, no sonho tudo podemos,

mas nem sempre basta e por vezes

é preciso realizar,

obrigada, por ter gostado, lido e pelas suas
palavras.

beijos
 

imagem de MarneDulinski

Lindo poema de amor, gostei

Lindo poema de amor, gostei muito!

Quem és tu?
Sei que o teu nome é Amor.

Como serás?

Nunca te vi
Apenas te senti
Um dia em ilusão.

 

Meus parabéns,

MarneDulinski
 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MariaButterfly

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Em Espelhos partidos Existem sempre reflexos Reflectidos 15 2.507 03/06/2018 - 19:56 Português
Poesia/Tristeza Vingo-me 2 2.353 02/27/2018 - 11:33 Português
Poesia/Dedicado Templo de Alma 4 1.092 06/29/2012 - 21:56 Português
Poesia/Geral Nenhuma noite é Eterna 6 946 06/26/2012 - 22:28 Português
Poesia/Geral Tu, tu fazes-me falta 14 1.921 06/26/2012 - 22:27 Português
Poesia/Fantasia Serei...Sou uma Borboleta! 7 1.746 06/26/2012 - 22:26 Português
Poesia/Geral A Perfeição é uma flor chamada Amor 11 965 06/24/2012 - 19:20 Português
Poesia/Geral Fôlego Luz Vida 6 859 05/23/2012 - 22:52 Português
Poesia/Geral Sonho? 4 1.150 05/15/2012 - 22:14 Português
Poesia/Geral No meu último Ritmo ressuscita-me 13 1.887 05/12/2012 - 22:13 Português
Poesia/Geral Em Ti existe um Fascínio 16 2.759 05/05/2012 - 23:00 Português
Poesia/Geral És Poesia 11 1.962 05/05/2012 - 22:57 Português
Poesia/Geral Guiões são Guiões 10 1.201 05/01/2012 - 23:39 Português
Poesia/Geral A Corda que te Dou 21 1.668 04/20/2012 - 22:23 Português
Poesia/Geral Faria um Relógio de Sol pra me iluminares 6 1.292 04/11/2012 - 22:08 Português
Poesia/Geral Longe é o tempo que Te traduz 6 1.407 04/04/2012 - 23:26 Português
Poesia/Geral Partiste na Noite calaram-se os Pássaros 8 1.047 03/29/2012 - 23:14 Português
Poesia/Geral Gélida ilusão de Ti 14 1.776 03/29/2012 - 00:42 Português
Poesia/Geral Só metade tem a Luz 11 1.173 02/29/2012 - 14:51 Português
Poesia/Geral Todas as tuas Velas estão apagadas 6 962 02/12/2012 - 22:35 Português
Poesia/Geral Horizonte em Fogo 8 1.533 01/21/2012 - 22:37 Português
Poesia/Geral Poema gráfico- Sou (quero) 4 3.063 11/30/2011 - 00:17 Português
Poesia/Geral A Verdade da Alma que habita em Mim 16 1.899 10/28/2011 - 22:04 Português
Fotos/Outros Goodbye 2 2.595 10/24/2011 - 23:58 Português
Poesia/Tristeza Em Gelo Ponto de Fusão 6 1.860 10/07/2011 - 22:50 Português