CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ó mar doce mar

Ó mar
que bom é aspirar-te,
escutar teu lamento.

Pudesse eu
ficar para sempre em ti.

Juntar lágrimas
que banham meu rosto.

A beleza que tens,
alegras vidas quando em ti
entram para se banhar.

Destróis lares
levando muitos
que não mais
hão-de voltar.

Heróis do mar
que buscam o alimento
para muitas bocas saciar.

Ó mar doce mar
embala-me nos teus braços,
deixa que adormeça
ao som do teu murmurar.

Beleza falsa.

Não há
nada igual a ti,
lavas a minha alma.

Embala-me nos teus braços.

Submited by

domingo, agosto 16, 2009 - 01:10

Poesia :

No votes yet

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 28 semanas 17 horas
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de emiliafigueiredo

Re: Ó mar doce mar

LINDA POESIA EU ADORO MAR SOL TODA A NATUREZA MAS O MAR ME PASSA UMA ENERGIA MUITO BÔA GRÁTA POR PARTILHAR CONOSCO TÃO LINDA POESIA BJO MILA

imagem de jopeman

Re: Ó mar doce mar

Adoro a sensibilidade da tua escrita, a profundidade a que nos levas com a tua delicada visão...é o que mais me encanta na poesia.
Sublinho
"Pudesse eu
ficar para sempre em ti.

Juntar lágrimas
que banham meu rosto.

A beleza que tens,
alegras vidas quando em ti
entram para se banhar."

Gostei mto
Bjos

imagem de ÔNIX

Re: Ó mar doce mar

Olá Maria

Embora ausente, não esqueço quem me trata sempre com tanto carinho.

Sempre com poemas doces, mesmo que retratem algumas tristezas como é o caso deste poema. Quem precisa do mar e se sujeita a duras façanhas, é um acto de coragem mas necessário à sua sobrevivência..

Bjs

Dolores

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.158 02/26/2018 - 13:29 Português
Poesia/Dedicado RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.575 07/01/2013 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.446 04/01/2013 - 09:37 Português
Poesia/Desilusão RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.646 03/30/2013 - 20:55 Português
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.085 03/25/2013 - 18:15 Português
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.206 03/16/2013 - 22:59 Português
Poesia/Desilusão QUEBRADA 1 1.450 03/08/2013 - 21:35 Português
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 895 03/08/2013 - 02:12 Português
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.694 03/05/2013 - 22:05 Português
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.331 03/05/2013 - 22:02 Português
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.122 03/02/2013 - 01:09 Português
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 888 02/11/2013 - 13:26 Português
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.324 02/07/2013 - 15:34 Português
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.659 01/14/2013 - 22:11 Português
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.759 12/09/2012 - 18:03 Português
Poesia/Paixão LUA MINHA 1 1.506 12/09/2012 - 00:35 Português
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.190 12/07/2012 - 16:59 Português
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.799 12/06/2012 - 20:35 Português
Poesia/Meditação SILENCIOSA NOITE 2 1.455 12/06/2012 - 19:30 Português
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.469 12/04/2012 - 19:11 Português
Poesia/Meditação AO SABOR DO TEMPO 0 1.886 11/29/2012 - 20:41 Português
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.287 11/26/2012 - 19:50 Português
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.981 09/30/2012 - 22:33 Português
Poesia/Meditação ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.909 09/25/2012 - 02:47 Português
Poesia/Meditação FRÁGEIS DEDOS 1 1.584 09/18/2012 - 22:32 Português