CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AMBIÇÃO PODER E DINHEIRO

O Criador dos Céus e da terra
Está vivendo nas maiores alturas
Supervisionando a sua criação.
Acha que tudo o que fez encerra
Sabedoria e reflexões maduras,
Merecendo do homem adoração.

Homem criado bom, se corrompeu.
Desse Altíssimo Deus se desviou
Em mau caminho está andando.
A bondade desse Pai ele esqueceu
Em maldade a Ele não mais amou,
Muito outro deus está adorando.

Mesmo toda a Igreja dita cristã
Ensina muitas doutrinas erradas
Tais como a Unidade na Trindade.
Voltaram para as práticas pagãs,
Desviaram da fé almas congregadas
Para uma adoração em falsidade.

Assim mundo adora um trino deus,
Que encoraja a morte e a violência,
Guerras levam mundo ao atoleiro!
Estão preferindo três deuses seus
Que constituem uma só eminência:
A Ambição, o Poder e o Dinheiro!

Deste modo não será de admirar
Que no mundo impere o engano,
Iniqüidade, maldade, mau cheiro;
A Humanidade perdeu o norte.
Parou de o Deus da vida adorar
Para seguir um trino deus insano:
A Ambição, o Poder e o Dinheiro,
Que na terra vai sempre provocar
A Maldade, a Violência.

Victor Alexandre

Submited by

terça-feira, fevereiro 12, 2013 - 11:12

Poesia :

No votes yet

VICTOR ALEXANDRE

imagem de VICTOR ALEXANDRE
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 34 semanas
Membro desde: 03/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 1162

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of VICTOR ALEXANDRE

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O CHORO DA POETISA 1 434 02/27/2018 - 10:19 Português
Poesia/Geral AMBIÇÃO PODER E DINHEIRO 0 551 02/12/2013 - 11:12 Português
Poesia/Geral SEDE DE PODER 0 650 02/09/2013 - 18:43 Português
Poesia/Geral MONOLOGO 0 454 02/05/2013 - 13:05 Português
Poesia/Geral CARNAVAL NO RIO DE JANEIR 0 1.485 01/28/2013 - 08:54 Português
Poesia/Geral CARNAVAL NO RIO DE JANEIR 0 501 01/28/2013 - 08:54 Português
Poesia/Geral A LUTA DE UM VELHO PADRE 0 437 01/27/2013 - 09:29 Português
Poesia/Geral O RESPEITO 0 581 01/24/2013 - 09:23 Português
Prosas/Outros RAZÕES PARA DORMIR E DESPERTAR CEDO... 0 894 01/22/2013 - 09:12 Português
Poesia/Geral FAZER O BEM 0 511 01/18/2013 - 10:22 Português
Poesia/Geral VIVA A SOLIDARIEDADE! 0 377 01/16/2013 - 08:53 Português
Prosas/Outros ESTAMOS VIVENDO OS ÚLTIMOS DIAS DESTE MUNDO? 0 598 01/11/2013 - 08:36 Português
Prosas/Outros CASA DA SORTE / JOGO DA SORTE! 0 894 01/09/2013 - 22:08 Português
Prosas/Outros AULAS DE ESPANHOL OU FRANCÊS, PARTICULARES OU EM GRUPO 0 507 12/29/2012 - 07:54 Português
Poesia/Geral ARTES E CULTURA 0 398 12/21/2012 - 19:27 Português
Poesia/Geral ARTES E CULTURA 0 513 12/21/2012 - 19:27 Português
Prosas/Outros EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO? 0 1.035 12/16/2012 - 18:55 Português
Prosas/Outros EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO? 0 576 12/16/2012 - 18:55 Português
Prosas/Outros EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO? 0 567 12/16/2012 - 18:55 Português
Prosas/Outros FALE COM SEUS JOVENS SOBRE OS CUIDADOS COM O CORPO. 0 577 12/13/2012 - 19:31 Português
Poesia/Geral JOSÉ ROBERTO ARRUDA 2 610 12/03/2012 - 17:37 Português
Prosas/Cartas SÉRIE: CARTAS DE AMOR 0 1.242 11/24/2012 - 11:39 Português
Prosas/Outros DE DENTRO DA LAGOA, MÉRCIA NAKASHIMA GRITA: CADÊ OS MEUS DIREITOS? 0 624 11/18/2012 - 14:58 Português
Poesia/Geral CILENE A DISCRETA 0 618 11/09/2012 - 15:08 Português
Poesia/Geral FÁTIMA É NOME DE SANTA 0 640 11/09/2012 - 15:04 Português