CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

BEIJAR TEUS LÁBIOS AO NASCER DA ALVORADA

Ah meu amor!

Fosse eu o mar.

Para
mergulhares
nas profundezas
dos meus tesouros.

Boiares nas marés ternas
do meu abraço.

Pudesse eu
ser a estrela da sorte.

Bafejar-te no sorrir do luar.

Enamorada de ti!

Beijar teus lábios
ao nascer da alvorada.

Onde me quedaria
para sempre
presa a ti.

 

 

Submited by

quarta-feira, outubro 19, 2011 - 01:19

Poesia :

Your rating: None (4 votes)

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 22 semanas 3 dias
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de Quimeras

Beijo na alvorada

Lindo este beijo, vou partilhá-lo.
 

e deixo-te outro

Quimeras (Custódia)

imagem de Henrique

Pudesse eu ser a estrela da sorte.

E agora palavras

para tal preciosidade aqui escrita???

É o silêncio o melhor comentário a este poema!!!

 

É para mim e sem dúvida o teu melhor poema

já entre tantos de beleza extrema a que nos tens habituado!!!

 

Parabéns!!! NOTA MÁXIMA!!!!

 

Bj :-)

imagem de belarose

Boa tarde! Maria  esta linda

Boa tarde!
Maria  esta linda sua poesia gostei muito.

Destaco:

Para
mergulhares
nas profundezas
dos meus tesouros.

Beijossmiley

imagem de Teresa Almeida

Ternurento, lindo! Gosto da

Ternurento, lindo!

Gosto da tua poesia amiga.

Beijinhos

imagem de KeilaPatricia

Lindo demais amiga... Bjs em

Lindo demais amiga... Bjs em sua linda alma...

 

saudades....

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.136 02/26/2018 - 12:29 Português
Poesia/Dedicado RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.538 07/01/2013 - 20:10 Português
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.391 04/01/2013 - 08:37 Português
Poesia/Desilusão RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.541 03/30/2013 - 19:55 Português
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.028 03/25/2013 - 17:15 Português
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.162 03/16/2013 - 21:59 Português
Poesia/Desilusão QUEBRADA 1 1.374 03/08/2013 - 20:35 Português
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 875 03/08/2013 - 01:12 Português
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.602 03/05/2013 - 21:05 Português
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.290 03/05/2013 - 21:02 Português
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.098 03/02/2013 - 00:09 Português
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 858 02/11/2013 - 12:26 Português
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.228 02/07/2013 - 14:34 Português
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.598 01/14/2013 - 21:11 Português
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.721 12/09/2012 - 17:03 Português
Poesia/Paixão LUA MINHA 1 1.426 12/08/2012 - 23:35 Português
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.124 12/07/2012 - 15:59 Português
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.756 12/06/2012 - 19:35 Português
Poesia/Meditação SILENCIOSA NOITE 2 1.424 12/06/2012 - 18:30 Português
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.419 12/04/2012 - 18:11 Português
Poesia/Meditação AO SABOR DO TEMPO 0 1.856 11/29/2012 - 19:41 Português
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.255 11/26/2012 - 18:50 Português
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.955 09/30/2012 - 21:33 Português
Poesia/Meditação ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.831 09/25/2012 - 01:47 Português
Poesia/Meditação FRÁGEIS DEDOS 1 1.562 09/18/2012 - 21:32 Português