CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Every little piece of pain...

Lembro-me do dia nascendo cinza,
Das cores que eu não via mais,
Dos rostos sem expressão que me cumprimentavam,
Das árvores com tantas folhas secas.

Não era culpa da estação,
Não era culpa de nada e ninguém.
O dia não queria clarear
E eu não queria pular da janela.

Ambos ficamos alí, impassíveis, frágeis
O dia amanhacia sem cor, sem dor.
Amortecidos por tanto do que foi a noite,
Éramos vampiros pretendendo a mortalidade.

Alguém se despediu e desapareceu pra sempre,
Outros ficaram reunindo os restos do próprio desespero.
O dia amanhecia sem vida, cor, afeto, consideração.
E morria entre nós, sem despertar mais nada.

Em outros tempos éramos tão diferentes,
Não havia perigo nessas brincadeiras exageradas.
Mas o preço foi ficando mais caro a cada madrugada,
Amanheceu cinza e deixei uma música no "repeat"

Falou tanto de tantas coisas, que só naquela hora
Fizeram todo o sentido que a vida inteira não teve.
Assim, o dia cinza despertou em mim o pior dos desejos:
De ser eu mesma, doesse a quem pudesse doer...

Doeu em ti, não foi 'my darlig'?
Porque, por deveras razões já calamos tanto do que há em nós,
Que ao final deixamos de ser quem somos em nomes de outros mais.
E no final, amanhece cinza...sempre tão cinza.

*and we always live with every little piece of pain inside us. 

Submited by

terça-feira, janeiro 11, 2011 - 18:12

Poesia :

No votes yet

solanjedere

imagem de solanjedere
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 48 semanas
Membro desde: 03/31/2010
Conteúdos:
Pontos: 243

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of solanjedere

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo Devil in a bottle (ou uma paranóia normal) 1 571 11/16/2012 - 17:37 Português
Fotos/Outros Gent, Belgium 0 1.114 11/16/2012 - 01:18 Português
Fotos/Outros It's Turkey, bitch! 0 1.193 11/16/2012 - 00:41 Português
Poesia/Aforismo O sexo é frágil 0 1.200 09/13/2012 - 22:18 inglês
Poesia/Aforismo Hay que decir adiós 0 948 09/11/2012 - 17:21 Espanhol
Fotos/Natureza My ppl. 0 1.295 08/16/2012 - 23:02 inglês
Fotos/Artes 4 july job 0 1.373 08/16/2012 - 22:59 inglês
Fotos/Paisagens Florianópolis - SC- Brasil 0 1.341 08/16/2012 - 22:44 inglês
Poesia/Acrósticos Esa gente feliz 2 1.056 08/16/2012 - 18:20 inglês
Prosas/Contos Também sou para casar, Rodrigo! 0 791 11/15/2011 - 03:28 Português
Poesia/Meditação Sobre homens, camelos e desertos 1 1.012 05/06/2011 - 00:03 Português
Fotos/Eventos Sarau no Gorila Café, 22/03/2011 0 4.146 03/26/2011 - 15:43 Português
Poesia/Geral Sangue 2 878 02/23/2011 - 22:38 Português
Poesia/Pensamentos Madrugada adentro... 0 971 02/06/2011 - 16:43 Português
Poesia/Meditação Anestesia 0 975 02/05/2011 - 09:43 Português
Poesia/Soneto Ontem 0 985 02/05/2011 - 09:39 Português
Poesia/Dedicado Crenças 0 836 02/05/2011 - 09:37 Português
Poesia/Soneto Carta aos meus inquisidores sociais 0 1.094 02/05/2011 - 09:34 Português
Poesia/Soneto Manipulações 2 804 02/05/2011 - 09:32 Português
Poesia/Aforismo Quando Tudo Está Perdido 2 935 02/05/2011 - 09:31 Português
Poesia/Dedicado Mr. Ego 4 1.299 02/05/2011 - 09:26 Português
Poesia/Soneto Profugos 2 1.215 02/05/2011 - 09:20 Espanhol
Poesia/Amizade Every little piece of pain... 0 917 01/11/2011 - 18:12 Português
Poesia/Soneto Indiferença 0 693 01/11/2011 - 18:08 Português
Poesia/Aforismo De Cama 0 1.002 01/11/2011 - 18:06 Português