CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MEDO DE AMAR

Hoje já ninguém quer amar.
Vive-se anestesiado para não sentir a dor.

Tomam-se pastilhas para o humor,
Aumenta o torpor, nada se sofre.
No caso de o amor vir de chofre
Basta fechá-lo dentro de um cofre.

O Homem tem medo de amar,
Do contrato no papel, de ter no dedo anel.

Mas o coração não mente
Que o amor é chama ardente,
Que dá arrepio frio na pele
E desvario na mente da gente.

Mesmo assim, ele recusa-se a amar.
Prefere estar só a partilhar.

Trabalha, sem choro ou dança,
Pois já perdeu toda a esperança.
Ao não deixar o amor brilhar
É difícil perpetuar a benquerença.

O pior é ele abdicar de amar.
Dói no peito e dá tristeza essa frieza.

Se bem que quando se ama,
Há que manter a chama acesa.
Ter comer na mesa, sem drama,
E praticar o amor na cama.

Se pensa que prestar contas é amar,
O ser humano comete grave erro.

Conceder ao outro espaço,
Não fazer braço de ferro.
Na zanga ter nervos de aço,
Nas pazes dar beijo e abraço.

Mas ele teima em não amar.
Pois que não deixe a gente enganada.

A trama da vida, a vida de trampa.
Não é fácil escalar sozinha a rampa…
Quase que se me deu uma solipampa
Ao ver, de teu amor, a chama apagada.

Como sozinha não consigo amar,
Esvazio-me em rancor de tão cheia de amor.

Depressa acabei com a dor.
Agora só sobrou a vontade
de ter contigo especial amizade
E fazermos sexo de verdade.

Desisto assim de te amar.
Apenas reclamo os teus beijos sem amor.

Submited by

terça-feira, junho 16, 2009 - 23:50

Poesia :

No votes yet

Patrícia Taz

imagem de Patrícia Taz
Offline
Título: Moderador Consagrados
Última vez online: há 44 semanas 5 dias
Membro desde: 04/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 650

Comentários

imagem de analyra

Re: MEDO DE AMAR

"A trama da vida, a vida de trampa.
Não é fácil escalar sozinha a rampa…
Quase que se me deu uma solipampa
Ao ver, de teu amor, a chama apagada."

Lindo...Acho que é o mal do século...
e cantado em verso...

...compartilho teu universo,
do perverso amor esquecido,
vivido por contrato,
sentido, só que sem tato...

amei teu poema, me inspira a alma e tira da minha boca palavras contidas.

imagem de Patrícia Taz

Re: MEDO DE AMAR

Elas estavam todas apertadas
E se soltaram num grito aflito,
Num desabafo, escalando o morro.
E lá do alto alguém me ouviu,
Viu que sobiria até ao cimo
Por ter fé, meu desatino
E o verdadeiro amor chegou.
A brisa do mar trouxe o segredo
Que era destino.Já estava escrito.

Não desespere nunca e acredite em você.
É bom sentir que, do outro lado do mar,
tem alguém com meu pensar.

Bjo daqui

imagem de Conchinha

Re: MEDO DE AMAR

Este poema fala também de uma história de deixar de amar.
Deixar de amar é fácil e tem resultados imediatos.
Mas amar é outra coisa, fantasio.

bjs

imagem de Patrícia Taz

Re: MEDO DE AMAR

Há sempre alguém que nunca te amou.
Que te enganou, usou e humilhou.
São os filhos de um mundo abjecto.
Têm carros, comida, mulher e tecto.
Tudo o que outros possuem menos afecto.
E assim te tratam como um objecto.
Mas amar é outra coisa, decreto.

Um beijo, Senhor Ministro.

imagem de jopeman

Re: MEDO DE AMAR

A vida sem amor é um misero bafo de existência. O mundo tem-se distraido da razão do seu viver e ocupa o seu tempo em trabalho e outras coisas importantes mas não fundamentais...como amar
Gostei imenso
Bjos

imagem de Patrícia Taz

Re: MEDO DE AMAR

O amor entrelaça-se por entre bafejos
E toca-me ao de leve. Na pele o amparo
E a cândura inundada de doces beijos.
"Enquanto o mundo pira eu páro"*
Ao ver confirmados os meus desejos.

O mundo aos românticos!

Bjos

* BALEIRO, Zeca, CD: Mandando Bala, "Calma e Elegância"

imagem de angelalugo

Re: MEDO DE AMAR p/ PaTaz

Olá Patrícia

Um excelente poema, onde se pode
ver a realidade se entrelaçar com
a verdade do...Amor

Beijinhos no coração

imagem de marialds

Re: MEDO DE AMAR

Um poema muito real, por toda a eterninade o amor é cantado, só que quando sentido se confunde com outros sentimentos, acaba e se distorse.
Poucos tem mantido esta chama eterna do amor com convívio dando espaço um ao outro.
Maravilhoso o teu poema.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Patrícia Taz

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor POEMA INACABADO 5 1.418 03/19/2013 - 03:16 Português
Poesia/Geral ALQUIMIA DA ESCRITA 25 2.222 01/22/2012 - 15:47 Português
Poesia/Dedicado SORVO POÉTICO 24 1.790 01/22/2012 - 15:41 Português
Poesia/Intervenção (A)NORMALIDADE DO CÃO QUE O DIABO AMASSOU 18 1.395 06/27/2011 - 17:32 Português
Poesia/Dedicado PERFIL DE VIAGEM 7 1.036 03/29/2011 - 17:18 Português
Poesia/Intervenção CONVERSA DE CAMARADAS, PÁ? 3 1.257 03/19/2011 - 23:33 Português
Poesia/Intervenção DILEMA OPRIMIDO 8 1.113 03/16/2011 - 16:44 Português
Poesia/Desilusão SOLTA-SE O FIO DA VIDA LÁ DENTRO 8 1.502 02/28/2011 - 16:07 Português
Fotos/Outros Facto Binário 0 1.583 02/20/2011 - 00:39 Português
Poesia/Dedicado POEJET Intercontinental 4 1.266 02/18/2011 - 13:40 Português
Poesia/Canção LEITO DA SAUDADE 8 1.341 02/18/2011 - 12:11 Português
Poesia/Amor VALSA DOS CORVOS 4 922 02/18/2011 - 02:04 Português
Fotos/Paisagens A Sun's Glance 2 2.382 02/16/2011 - 01:37 inglês
Poesia/Fantasia VOO DE SONHO 5 1.025 02/11/2011 - 15:58 Português
Poesia/Canção MATÉRIA IMATERIAL 4 1.086 02/11/2011 - 11:05 Português
Fotos/ - 1249 0 1.504 11/24/2010 - 00:38 Português
Poesia/Soneto SOBREVIVENTES 0 1.069 11/17/2010 - 23:42 Português
Poesia/Erótico FOTO A PRETO E BRANCO 0 980 11/17/2010 - 23:40 Português
Poesia/Poetrix MATÉRIA IMATERIAL 1 715 08/07/2010 - 14:20 Português
Poesia/Amizade O AVESSO DO INVERSO 2 998 06/08/2010 - 23:18 Português
Poesia/Geral MAÇO DE NOTAS 1 960 04/23/2010 - 00:17 Português
Poesia/Amor ARLEQUIM 8 1.201 04/20/2010 - 16:13 Português
Poesia/Paixão CHUVAS DE MARÇO 4 941 04/10/2010 - 04:20 Português
Poesia/Paixão COBERTA DE HISTÓRIAS 5 951 04/09/2010 - 19:14 Português
Poesia/Amor PROJECÇÕES 4 494 04/01/2010 - 02:37 Português