CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

No meu corpo corre a maldade

Anos vindouros,
amores partilhados,
alegrias vividas,
beijos roubados de amores perdidos
jamais esquecidos!!!

Noites partilhadas pela alegria
que só uma paixão sabe dar quando tudo
parece prefeito,
eis que surge o desalento.

Tudo se torna dor.

Sofrimento,
eu me transformei no monstro que jamais pensei.

Sinto que esse amor me sufocou!

Rasgou o meu pensamento,
apagou o meu sorriso.

Grito numa dor enraivecida
pedindo vingança sentindo que esse amor
me roubou a alma,
destruiu as minhas entranhas,
esfaqueou os meus nobres sentimentos,
dilacerou o meu coração.

Fechei as portas do amor porque não quero sentir.

Na minha mente gotejam lágrimas de sangue,
no meu corpo corre a maldade,
pelos meus poros trespassa o desejo de me sentir desejada.

Para vingar a minha alma de um DIA TER SIDO USADA!

Dedico a todos/as que sentiram na pele o mesmo!!!! :-(

Submited by

terça-feira, março 24, 2009 - 11:59

Poesia :

No votes yet

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 semanas 4 dias
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Re: No meu corpo corre a maldade

Profundo, tocante, gostei muito...
Fala na alma...

Um abraço linda!

imagem de Henrique

Re: No meu corpo corre a maldade

É para isso que serve a poesia,
para desaguar as nossas raivas.

Espero reabras as portas do amor, pois sem amor o oxigènio que rsepiramos fica inflamado por dor e maldade.

Não grites enrraivecida, grita para que a raiva seja despejada da tua alma, para que se reacendam as tochas no templo do teu sorriso...

Beijo vingado para que nunca te voltem a USAR...

:lol:

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.142 02/26/2018 - 12:29 Português
Poesia/Dedicado RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.544 07/01/2013 - 20:10 Português
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.404 04/01/2013 - 08:37 Português
Poesia/Desilusão RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.557 03/30/2013 - 19:55 Português
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.036 03/25/2013 - 17:15 Português
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.170 03/16/2013 - 21:59 Português
Poesia/Desilusão QUEBRADA 1 1.382 03/08/2013 - 20:35 Português
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 884 03/08/2013 - 01:12 Português
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.608 03/05/2013 - 21:05 Português
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.295 03/05/2013 - 21:02 Português
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.103 03/02/2013 - 00:09 Português
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 864 02/11/2013 - 12:26 Português
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.242 02/07/2013 - 14:34 Português
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.621 01/14/2013 - 21:11 Português
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.729 12/09/2012 - 17:03 Português
Poesia/Paixão LUA MINHA 1 1.451 12/08/2012 - 23:35 Português
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.137 12/07/2012 - 15:59 Português
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.773 12/06/2012 - 19:35 Português
Poesia/Meditação SILENCIOSA NOITE 2 1.430 12/06/2012 - 18:30 Português
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.429 12/04/2012 - 18:11 Português
Poesia/Meditação AO SABOR DO TEMPO 0 1.859 11/29/2012 - 19:41 Português
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.262 11/26/2012 - 18:50 Português
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.960 09/30/2012 - 21:33 Português
Poesia/Meditação ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.841 09/25/2012 - 01:47 Português
Poesia/Meditação FRÁGEIS DEDOS 1 1.568 09/18/2012 - 21:32 Português