CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O MAL DOS OUTROS

O mal dos outros

 

Com o mal do outro posso eu bem,

Porque não sinto o que o outro tem,

Digo quando tenho o meu bem-estar,

E no outro eu não quero pensar.

 

O mal e o bem acontece a toda a gente,

Mas só quem os tem é que sente,

Não acontece a todos ao mesmo tempo,

E o mal dos outros, eu não lamento.

 

O bem dos outros eu invejo, quero ter,

Mas o mal do outro eu quero esquecer,

Se o bem e o mal fossem bem repartidos,

A todos o mal e o bem seria sentido.

 

Não devo ficar contente com o mal alheio,

O meu pode vir a caminho, tenho receio,

Digo mas não penso porque não sinto,

O mal que o outro tem e nem pressinto.

 

Sentir o mal do outro eu posso avaliar,

A dor que o outro sente e posso ajudar,

Não só com palavras mas também com carinho,

Porque o meu mal pode vir a caminho.

 

Se eu nada sentir com o mal de alguém,

Não sou gente, nem humano, nem ninguém,

Não tenho sentimentos nem amor,

Porque não sinto o mal do outro, a sua dor.

 

Eu quero ser humano, gente de sentimento,

Não quero sentir com o mal contentamento,

Quero ter o meu eu sem ser egoísta,

Quero sentir a dor do outro sem ser altruísta.

 

 

Tavira, 27 de Novembro de 2011-Estêvão

 

 

 

Submited by

quarta-feira, junho 11, 2014 - 11:30

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 6 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de José Custódio Estêvão

poema

Gosto do comentário. Tudo de bom para ti.
Abraços
Estêvão

imagem de deborabenvenuti

O mal do outro

O mal do outro um dia pode ser o nosso mal. E enxergar o mal alheio pode ser sempre a melhor forma de nos tornar mais humanos.
Abraços

http://embalandosonhos.blogspot.com.br

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 213 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 126 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 200 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.179 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 785 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.008 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.490 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.290 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.668 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.023 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.477 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.498 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 867 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 985 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.046 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.268 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.552 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.228 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 878 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.227 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 955 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.008 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 955 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.082 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.007 12/21/2016 - 10:58 Português