CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

POR AMOR




Por amor

 

O meu amor é cego, eu o amo como a minha própria vida,

Ele não me conhece, apenas tem a minha voz para ser ouvida,

Conhece o meu cheiro, os meus passos mesmo na escuridão,

Ele até conhece a minha alma e a minha própria respiração,

Conhece o meu rosto, como eu próprio me conheço,

Pela suas mãos belas e esguias que de vez em quando as aqueço.

 

Eu sou o seu guia, os seus passos, os seus olhos que não vêem,

E por isso andamos sempre juntos, como eu amo o meu bem,

Mas o meu amor sente-se triste, eu sinto, e tenta esconder,

E eu sinto nos seus gestos, nada diz para não me entristecer,

Tento disfarçar com a minha alegria para contagiá-lo,

Mas é difícil porque a alegria é enganosa e por vezes não falo.

 

Os seus olhos nada vêem mas são lindos da cor do céu,

O meu amor é cego, queria tanto que cego, antes fosse eu,

E então decidi dar-lhes os meus olhos, para ele poder ver,

Não me importo que eu fique cego, quero que fique a conhecer,

As cores, o amanhecer, o por do Sol, tal como eu vejo,

É o meu amor, o meu bem, quero dar-lhe este meu desejo.

 

Dou-lhe uma grande notícia que tenho uns olhos para ela,

Não lhe digo que são os meus olhos que vão ficar com ela,

Fica radiante, feliz, abraça-me, beija-me, fica venturosa,

Então o grande dia chega, dá-me um beijo, está nervosa,

O transplante é feito, tem os meus olhos o milagre aconteceu,

Ele ficou a ver e pela primeira vez o meu amor me conheceu.

 

O meu amor ficou a ver, a luz, as cores, e que o seu amor é cego,

Deixei de ver os seus olhos, fico triste no meu ego,

Pergunto ao meu amor que agora vê, se quer casar comigo,

O meu amor fica em silêncio, fico confuso e muito apreensivo,

A resposta é não, porque estou cego e eu compreendi,

E muito triste, cabisbaixo, sem voz dela me despedi.

 

Deixei-lhe uma carta com uma mensagem muito especial,

Dizendo – lhe que o bem muitas vezes se paga com o mal,

Que cuidasse dos seus olhos novos, são uma prenda de Deus

Por ti eu fiquei cego, os meus olhos agora são os teus,

Nada mais disse, e o meu coração ficou a sangrar,

Não me arrependo do que fiz, nem sequer vou chorar.

 

 

 

Estêvão, 20 de Janeiro de 2011 - Estêvão

 

Submited by

sábado, maio 26, 2012 - 11:12

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 3 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 336 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 208 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 256 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.385 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 886 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.149 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.675 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.358 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.976 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.308 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.711 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.718 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 961 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.153 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.134 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.357 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.716 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.383 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 963 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.538 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.071 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.185 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.043 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.239 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.137 12/21/2016 - 10:58 Português