CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SABER

 

 

SABER

 

Só sei que nada sei, da sabedoria que ainda me resta,

Às vezes penso que sei mas, do que sei penso que nada presta.

Vaidade do saber é para não ter, quero ter sempre a humildade,

De sentir a fome do saber e de ser humilde na minha felicidade.

O saber não vem até mim, sou eu que tenho de o procurar,

É como ter sede e não beber a água que fica além noutro lugar.

Pois para saber é preciso ter, uma vontade imensa de beber,

Durante a vida toda, para vida me mandar procurar o saber.

Só sei que nada sei do saber que já sei e pensar que nada tenho,

Do muito que eu posso pensar que não tenho, e por isso me empenho,

De conquistar o meu saber para dar a aprender a quem me quiser ouvir,

Sem sentir a arrogância do pensar que muito sei até ao tempo de partir.

Vejo o fundo do mar e depois penso que nada sou ao sentir insignificância,

E de nada serve o meu saber, no meio de tanta grandeza e importância.

Pois o mar sabe muito mais do que eu e por isso me sinto tão pequenino,

E de crescido que sou, penso que sei que nada sei e de grande fico menino.

Ai, se eu fosse grande como o mar, em saber, ficaria o ser mais feliz,

Não do mundo mas, de mim próprio, com a simplicidade que me diz,

Que sei que nada sei e me orgulho deste saber para ter sempre na mente,

Que posso ser simples e humilde, como um menino que nem sabe que mente.

Só sei que nada sei, por saber que não sei tudo, o que toda a gente sabe,

Quero saber o que não sei, para sentir que nada sei e gostar da humildade.

Pensarão que sou tonto! Assim eu gosto de ser e outros ainda dirão,

Que o saber que eu sei e o que penso que não sei, não enche a minha mão.

Só sei que nada sei, por muito que queira saber, e assim eu vou andando,

Feliz por ser humilde no saber, o que quero ser só eu sei, não me importando,

Com as vozes de outros saberes que dizem querer para si, o saber de tudo,

E eu quero só para mim o meu canto só com o meu saber e nunca serei mudo.

 

Estêvão  - 2006

 

Submited by

terça-feira, março 20, 2012 - 11:48

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 23 horas
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Muito bom... Bjs na

Muito bom...

Bjs na alma,

Keila... .....)...(@

:)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 333 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 206 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 254 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.382 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 883 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.144 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.671 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.356 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.972 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.299 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.697 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.716 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 959 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.123 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.131 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.355 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.713 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.381 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 961 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.529 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.068 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.167 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.042 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.234 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.133 12/21/2016 - 10:58 Português