CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SEMENTES

SEMENTES

 

                                          Crianças de amor

                                          São desejos desejados

                                          Concebidas no calor

                                          De corpos muito amados

                                          Com desejos de amor

                                          Serão sempre bem amadas

                                          Com felicidades de vigor

                                          De quem quer ser desejado

 

                                          Crianças ao mundo chamadas

                                           Sem amor concebidas

                                           Serão sempre maltratadas

                                           Em muito tempo de vida

                                           Que lutam quase p´ra nada

                                           Sem amor e sem guarida

                                           São sempre marginalizadas

                                           Mas com desejos de vida

 

                                           Nascem do chão como flores

                                           Crianças desfavorecidas

                                            Não deixam de ser amores

                                            P´ra famílias donde nascidas

                                            Existem fortes rumores

                                            Que podem ser esquecidas

                                            Sem sociais rancores

                                            Para serem excluídas

 

                                            Crianças com educação

                                            São sempre privilegiadas?

                                            Algumas sim outras não

                                            Foram ou são amadas

                                            Lançadas ao mundo são

                                            Para serem trabalhadas

                                            Talvez nascidas do chão

                                            Não p’ra serem tramadas

 

                                            Todas nascem inocentes

                                             Com mentes brancas lavadas

                                             Com auréolas de anjos crentes

                                             E virgens almas desejadas

                                             Com ensejos muito ardentes

                                             De serem bem tratadas

                                             Preparadas como gente

                                             Com futuro que tenha asas

 

                                 

 

 2003-Estêvão

 

 

 

 

 

 

Submited by

segunda-feira, maio 21, 2012 - 10:11

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 semanas 1 dia
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Crianças, são como pedras

Crianças, são como pedras preciosas são moldadas pela educação, e pela sociedade, é o futuro, é o amanhã, mas na maioria das vezes o sistema é falho e falta amor, educação, saúde e proteção a essas vidas inocentes. As crianças são o nosso futuro e se quisermos um futuro melhor, devemos cuidar melhor desses anjos...
Gostei muito....

Bjs na alma.

imagem de José Custódio Estêvão

Sementes

É assim mesmo Keila e eu acreascento que as crianças são a melhor coisa do mundo mas o mundo não é a melhor coisa para as crianças, porque direitos apenas estão no papel e na realidade é o que vemos. As armas bélicas que são o sorvedouro da economia e só servem para matar, dava para matar a fome a milhões de crianças.

Obrigado e faz o favor de ser feliz.
Um abraço
Estêvão

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 340 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 209 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 257 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.393 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 889 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.151 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.683 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.361 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.983 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.317 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.731 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.722 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 962 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.155 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.136 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.364 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.721 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.388 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 967 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.546 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.074 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.191 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.045 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.255 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.155 12/21/2016 - 10:58 Português