CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

VERTIGEM ONDE JAZ MEU CORPO

E tão perto estou de saltar!

Faltam
poucos milímetros
neste tabuleiro
de uma ponte sem margens.

Sem saída…

Vertigem
onde jaz meu corpo
sem coragem
de virar as costas
ao abismo.

Sem ar para voar até mim.

Desta queda,
talvez teus braços
me detenham.

Quem sabe teu amor me chame.

És a perfeição da vida,
alimento
para o meu olhar.

Nestes
meus olhos
enxutos por agonia,
falta-lhes o teu abraço.

Sem ti,
apenas ouço
lá no fundo a água
do rio a chamar-me.

Da corrente,
canta-me a voz do terminar
esta vida
por mim mal vivida.

 

Submited by

terça-feira, junho 14, 2011 - 13:54

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 28 semanas 3 dias
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de Henrique

VERTIGEM ONDE JAZ MEU CORPO

Este é, um dos teus poemas que mais gostei de ler!!!

 

Quem sabe teu amor me chame.....

 

Beijinho

imagem de marialds

Comentário

A tristeza, a partida o desconsolo.

Belo poema que encanta a imaginação do leitor.

imagem de neomiro

Vertigem onde jaz meu corpo

Apreciei imenso o seu poema, levou-me de volta a um conto que escrevi aqui a uns anos atrás: http://www.becodospoetas.com.br/profiles/blogs/o-fim-da-noite?xg_source=facebook e que carrega esse mesmo sentimento.

 

Casimiro Teixeira.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.159 02/26/2018 - 13:29 Português
Poesia/Dedicado RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.582 07/01/2013 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.455 04/01/2013 - 09:37 Português
Poesia/Desilusão RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.653 03/30/2013 - 20:55 Português
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.087 03/25/2013 - 18:15 Português
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.209 03/16/2013 - 22:59 Português
Poesia/Desilusão QUEBRADA 1 1.458 03/08/2013 - 21:35 Português
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 897 03/08/2013 - 02:12 Português
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.707 03/05/2013 - 22:05 Português
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.337 03/05/2013 - 22:02 Português
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.128 03/02/2013 - 01:09 Português
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 895 02/11/2013 - 13:26 Português
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.337 02/07/2013 - 15:34 Português
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.665 01/14/2013 - 22:11 Português
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.763 12/09/2012 - 18:03 Português
Poesia/Paixão LUA MINHA 1 1.512 12/09/2012 - 00:35 Português
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.194 12/07/2012 - 16:59 Português
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.811 12/06/2012 - 20:35 Português
Poesia/Meditação SILENCIOSA NOITE 2 1.459 12/06/2012 - 19:30 Português
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.476 12/04/2012 - 19:11 Português
Poesia/Meditação AO SABOR DO TEMPO 0 1.893 11/29/2012 - 20:41 Português
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.287 11/26/2012 - 19:50 Português
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.985 09/30/2012 - 22:33 Português
Poesia/Meditação ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.918 09/25/2012 - 02:47 Português
Poesia/Meditação FRÁGEIS DEDOS 1 1.594 09/18/2012 - 22:32 Português