CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

GOSTAVA

 

                                                        25

Gostava de ser um predador do mal, irresistível, implacável, com uma sensibilidade humana do tamanho do mundo, para eliminar todas as maldades dos homens, usando apenas as armas do bem, para poder chamar ao bom caminho todas as forças do mal, transformando - as em forças de amor, para poder inundar o mundo mas, sem o afogar.

Lançaria todas as sementes do bem à terra para que se propagassem, como uma praga em todo o planeta mas, que resistissem a todas as intempéries, lutando sempre para acabar com o maior flagelo do mundo que é a guerra e todos os ódios e invejas que pudessem infectar a mente humana.

Faria todas as aventuras possíveis e imaginárias, para que o mal fosse derrotado, pelos argumentos da força do bem, empregando sempre as forças da paz e da concórdia que, integra o maior exército do mundo, o do amor; faria também o possível, para que ele saísse sempre vencedor, em todas as contendas, pela força do argumento do diálogo, para que a praga do amor, atingisse em cheio todos os corações dos homens e como recompensa dava - lhes a felicidade, pela sua adesão a este grande partido que, infelizmente vai perdendo cada vez mais adeptos.

Quem me dera que estes meus sonhos, um dia quando acordasse, os contemplasse como realidade mas, se calhar isto só acontecerá, quando um novo mundo surgir; aconteça o que acontecer, enquanto a natureza me mantiver vivo e activo de lucidez, continuarei a alimentar estes meus sonhos que, um dia a Terra será um paraíso para uma nova sociedade que construirá os seus alicerces nas pedras do amor e partir daqui todos os seres vivos viverão felizes que por enquanto só acontece em ficção feita pelos homens mas, não a põem em prática, tornando – a real.

Como predador do mal, quando as minhas conquistas estivessem completas, não queria ser recompensado em bens materiais, nem ser considerado herói mas, já ficava feliz, com a felicidade dos outros.

Com um planeta tão lindo que nos foi entregue por Deus, para o habitarmos e zelarmos por ele, com todo o carinho e amor, conforme nos foi recomendado por Ele, tal como devíamos proceder uns com os outros, fazemos tudo ao contrário, como se fossemos eternos, ou se tivéssemos alternativas de mudança. Onde está a inteligência dos homens? Eu sei que existe em todos mas, é ultrapassada pelo egoísmo e pela ambição do poder e do dinheiro que faz felizes uns e provoca a infelicidade de outros.

Efectivamente não sou um predador do mal mas, tenho plena consciência, que faço o possível para contribuir para reduzir os efeitos da sua destruição, nem que seja em mim próprio para exemplo dos outros, embora reconheça que neste aspecto, seja tão pequenino que é impossível ser visto à vista desarmada, comparado, com as imensas mentalidades da sociedade humana mas, para a minha consciência representa muito, mesmo muito.

Tenho a plena consciência que existirão sempre as forças do bem e do mal que se digladiarão em todo o tempo que o mundo tem e que temos que saber conviver com estas forças, até ao fim da nossa existência que, será o fim de todos os males.

Apesar de tudo, espero que o fiel das balança penda sempre para o lado do bem, para que as forças do mal, sofram o castigo que merecem, sempre que tenham a tentação de entrar na casa do bem mas, normalmente, só se dá por ele, quando já está instalado, é invisível como o ar e vai roendo os corações de mansinho; se não estivermos atentos, quando queremos expulsá – lo, somos nós os expulsos.

 

Submited by

quarta-feira, agosto 24, 2016 - 09:52

Prosas :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 semanas 16 horas
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 229 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 145 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 207 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.204 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 797 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.019 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.507 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.293 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.712 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.077 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.504 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.522 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 876 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 994 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.054 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.279 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.583 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.249 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 887 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.268 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 967 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.028 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 961 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.102 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.019 12/21/2016 - 10:58 Português