POÇÃO DO AMOR

[Fantasia?]

Subtraio as mágoas

Somo:

Perfume de magnólia

Sumo fluido de olhar lacrimal                                                                                                                           (rosa de uma virgem)

Felicidade da inocência                                                                                                                                      (riso de criança)

Partitura em compasso melódico... sinfónico                                                                                                (essência pura)

 

Começo:

O tamanho dos meus braços é do tamanho do mundo                                                     (assim o abraço)

Suporto toda a dor sem me magoar                                                                                       (abafo todo o sofrimento)

Êxtase contido em prazer ancestral                                                                                        (já quase esquecido)

Um prazer tão puro...

Como fazer do orgasmo o estado natural

Tolero tudo e tudo me tolera

 

E o abraço eterniza-se

E toda a doçura se sente

E a lágrima que se desprende... pertence a toda a gente

E tudo é brandura regente

( e a voz que se ouve é só uma e a todos pertence)

É o regresso ao âmnio envolvente...

Quente.

(O Medo já não tem medo)

 

A inebriante infecção de partilha... condensa-se no acto - Copulação                                                                ("o mundo num só grão")

(e os animais e plantas voltaram a falar... e nós Homens, falámos com eles)

 

Toca-se no tempo

Estilhaça-se a matéria

- Um Riso pleno de verdade, conta uma anedota em segredo:

Eu, de Humor, me chamo " Amor". -

 

 

 

 

in A Natureza das Coisas

RICARDO RODEIA

Submited by

Sunday, July 10, 2011 - 04:27

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

RICARDORODEIA

RICARDORODEIA's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 week 5 days ago
Joined: 08/01/2010
Posts:
Points: 1381

Add comment

Login to post comments

other contents of RICARDORODEIA

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Joy Praia dos sonhos da multidão 0 770 11/18/2010 - 16:42 Portuguese
Poesia/Aphorism Pequena verdade pequena 0 673 11/18/2010 - 16:41 Portuguese
Poesia/Meditation Morte-Deusa-mãe-estrela-Útero-Nascimento 0 562 11/18/2010 - 16:41 Portuguese
Poesia/Aphorism "Parto" de Alma Lavada 0 481 11/18/2010 - 16:41 Portuguese
Poesia/Aphorism A Vaidade 0 621 11/18/2010 - 16:40 Portuguese
Poesia/Aphorism A origem do Poder 0 642 11/18/2010 - 16:40 Portuguese
Poesia/General Alegoria da Cascata 0 491 11/18/2010 - 16:34 Portuguese
Poesia/Poetrix Problema de visão I 0 601 11/18/2010 - 16:32 Portuguese
Poesia/Dedicated Existe pólen com desejos de Vida... 0 737 09/30/2010 - 01:54 Portuguese
Poesia/Dedicated Embrião, Feto, Filho… 0 800 09/24/2010 - 15:43 Portuguese
Poesia/Sonnet Cão Vadio (ensaio a dois sonetos) 1 520 09/21/2010 - 18:22 Portuguese
Poesia/Love Pecado Original 1 569 09/06/2010 - 00:38 Portuguese
Poesia/Disillusion Homem de rocha sente (ensaio sobre a culpa) 1 465 09/05/2010 - 23:53 Portuguese
Poesia/Fantasy Parábola dos sonhos 2 648 09/02/2010 - 20:01 Portuguese
Poesia/Love O Busto Perfeito 2 465 08/29/2010 - 00:46 Portuguese
Poesia/Acrostic Adormece... 1 909 08/12/2010 - 21:45 Portuguese