Lamúrias

Eu expiro meus medos em hematúria,
-Do plasma aos leucócitos gagos-
A ausência, a verdade e seus rasgos
Tornam deprimente o clamor desta centúria,

E assim o sepulcro segue ileso,
Ressaltando o odor da impossibilidade
Que aplaca a existência com ubiqüidade,
O caminho segue. Vazio e indefeso,

Em minha sina, a crista de Aym,
-Suas três cabeças conduzem meu passado-
Eu sinto o veneno da víbora encarnado
Em minhas hordas infernais. Outrossim

As três conjurações salomônicas escoam
A escuridão da minha virtude atrapalhada,
Dos setenta e dois selos à tristeza espalhada,
Os mesmos erros conjurados se amontoam

Entre pilhas de índoles adoecidas,
Mais um crepúsculo vertical e sem gosto,
Penosamente engordurado, deglutido e aposto.
Assim todas as minhas perdas são oferecidas

À Balaam e sua tríade terrivelmente selada.
A voz rouca dita o que poderia ter sido,
[Quarenta legiões encarnadas no não acontecido]
A goetia de Lemegeton legitima a falta promulgada.
 

Submited by

Lunes, Marzo 21, 2011 - 04:53

Poesia :

Sin votos aún

malentacchi

Imagen de malentacchi
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 10 años 4 semanas
Integró: 06/22/2009
Posts:
Points: 704

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of malentacchi

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Tristeza Lamúrias 0 1.197 03/21/2011 - 04:53 Portuguese
Poesia/Tristeza O Torniquete Atenuado 0 1.333 02/28/2011 - 02:25 Portuguese
Poesia/Tristeza Solve et Coagula 0 855 02/28/2011 - 02:22 Portuguese
Poesia/Tristeza Incompreensível (Como Tantos Outros) 2 1.094 01/26/2011 - 01:13 Portuguese
Poesia/Soneto O Aviltamento do Verso 0 995 01/26/2011 - 01:03 Portuguese
Poesia/Tristeza Quando os Espectros Machucam A Carne 0 1.124 01/26/2011 - 01:00 Portuguese
Poesia/Tristeza Primaveras Mortas 0 1.065 01/19/2011 - 02:22 Portuguese
Poesia/Tristeza Escrita Inferior 0 1.206 01/02/2011 - 20:59 Portuguese
Poesia/Tristeza Mais Uma Injúria Afásica Para Os Pronomes Em Primeira Pessoa 0 941 01/02/2011 - 20:56 Portuguese
Poesia/Tristeza Dificuldades Com o Verso Amaldiçoado 0 999 12/26/2010 - 20:57 Portuguese
Poesia/Tristeza Exi[s]t-ência 0 816 12/26/2010 - 20:55 Portuguese
Poesia/Tristeza Entre A Sociopatia E A Filosofia Dos Não Valores 0 1.626 12/22/2010 - 04:13 Portuguese
Poesia/Tristeza Uma Alegoria Para As Almas Desgraçadas 0 1.581 12/22/2010 - 04:05 Portuguese
Poesia/Tristeza Conclave Para Um Diálogo Entres Sombras 0 1.617 12/22/2010 - 04:00 Portuguese
Poesia/Tristeza Sobre a Perversidade e seus Hematoversos 0 1.479 12/21/2010 - 05:52 Portuguese
Poesia/Tristeza A Filosofia dos Túmulos 0 1.485 12/21/2010 - 05:50 Portuguese
Poesia/Tristeza Da Ínfima Procura 0 1.614 12/21/2010 - 05:49 Portuguese
Poesia/Tristeza A Exumação de Todas As Minhas Mortes 0 804 12/21/2010 - 05:48 Portuguese
Poesia/Tristeza Exurgent mortius at ad me venient (o morto se levante e venha a mim) 0 1.207 12/17/2010 - 05:23 Portuguese
Poesia/Tristeza Um Punhado de Versos Fúnebres Para Josef K. 0 1.353 12/17/2010 - 05:21 Portuguese
Poesia/Tristeza A Proeminência da Falha 0 951 12/17/2010 - 05:19 Portuguese
Poesia/Tristeza Ode à Tânatos 0 1.021 12/17/2010 - 05:16 Portuguese
Videos/Perfil 855 0 1.212 11/24/2010 - 23:04 Portuguese
Videos/Perfil 482 0 1.326 11/24/2010 - 22:58 Portuguese
Videos/Perfil 481 0 1.658 11/24/2010 - 22:58 Portuguese