CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Leucemia

Do poder genético de uma célula do sangue
Rebentam descontroladamente milhões
Juntam-se estes poder errante
E se acumulam grandes sanguíneos pulgões

A multiplicação errada do bem (células sanguíneas)
Provoca poderes separados
O corpo saudável que antes se tem
Degrada-se em males alternados

Diminuindo aqueles que são capazes
De transportar o poderoso e indispensável oxigénio
Negam-se as funções bases
Dando vontade de dormir e pouco génio

O cérebro começa a pregar partidas
Dando dores de cabeça, tonturas
Brotam do nada quedas
Salvadoras e não seguras

Os músculos, descoordenados
Mostram a sua fraqueza de movimento
Defendem-se se atacados
De forma forte de mais que o pensamento
Diminui então a vontade de comer
Não havendo vontade á magreza
Distúrbios mentais de certeza
Que não ficará por aqui

Não havendo como o sangue coagular
Começam os desvios para fora
Dos orifícios começam a jorrar
Sangue sem caminhos, sem hora

Podem jorrar pela boca, gengiva, nariz
Não há mal sem seguimento
Do coxis sai também este elemento
Vital para o nosso ser

Agora em ultima estância
Vejamos faltar a defesa
O corpo degrada-se em escada
Sendo invadido a toda a frequência

O corpo perturbado
Tenta defender o tudo
Jorreia suor descontrolado
Aumentando a temperatura mudo


Na boca aparecem aftas
Que mostram tentativas de defesa
A barriga enche desesperada
Tentando dar volume a fraca influência

As células do mal podem entrar nos órgãos e ossos
Originando mal estar doloroso
Articulações, um exemplo, a se aleijar
Não fazem o movimento prazeroso
 

 

(um pequeno retrato de uma grande doença, os sintomas completos de uma parceira do cancro que muitos problemas dá a sociedade)

Submited by

quarta-feira, julho 6, 2011 - 20:06

Poesia :

No votes yet

flavinhop

imagem de flavinhop
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 5 semanas
Membro desde: 01/24/2010
Conteúdos:
Pontos: 331

Comentários

imagem de Anjocas

Um excelente retrato... Um

Um excelente retrato...

Um poema muito bem construido para falar de uma doença tão triste.

Beijo

imagem de flavinhop

é verdade

a tristeza está na doença, o poder da leucemia na sociedade actual é elevadissimo. Porém também é o desconhecimento dos inicios da sua força. Eu parto dai e lancei os sintomas e as indicações da doença de forma mais frágil para que ambos entendam. Neste poema o gosto interior é apenas gosto pela palavra porque não se pode gostar de uma doença forte como esta.

 

Obrigado e espero e ver cá mais vezes, sei que se vê os meus poemas mas gostaria de ser comentado, por muito forte que a minha palavra seja quero sentir as vossas.

imagem de Anjocas

Sem dúvida nenhuma que vou

Sem dúvida nenhuma que vou aparecer mais vezes para ler os teus poemas e comentá-los. :-)

Beijo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of flavinhop

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Poesia Somos o que somos, e se pudessemos não ser?? 0 1.116 07/17/2012 - 14:29 Português
Videos/Poesia Em Portugal Guardou-se o Hino, video 0 1.107 06/25/2012 - 16:16 Português
Poesia/Intervenção Em Portugal Guardou-se o Hino 0 751 06/25/2012 - 16:13 Português
Poesia/Intervenção A economia sente-se má 0 673 06/24/2012 - 16:21 Português
Poesia/Geral Aluno: Nutricionista de si mesmo 0 933 06/24/2012 - 16:17 Português
Poesia/Geral Porque hoje é mais um sábado 1 722 06/23/2012 - 19:32 Português
Poesia/Geral Mal De Alzheimer, Poema sintomatológico 0 1.477 06/23/2012 - 09:03 Português
Videos/Poesia Portugal e Os BÉBÉS SOCIAIS 0 1.259 06/23/2012 - 09:00 Português
Poesia/Dedicado Portugal perde por não saber 0 581 01/18/2012 - 10:35 Português
Poesia/Geral Deixemos o novo ano entrar 0 820 01/12/2012 - 11:16 Português
Poesia/Intervenção Quem somos nós, Portugueses 0 618 01/12/2012 - 11:12 Português
Poesia/Intervenção Fomos Conquistados pelos chineses 1 926 12/31/2011 - 17:19 Português
Poesia/Geral Bons Velhos Tempos 3 2.034 12/21/2011 - 15:04 Português
Poesia/Intervenção A sociedade por dentro e por fora 0 790 12/20/2011 - 21:04 Português
Poesia/Intervenção Fumamos para esquecer, Morremos por fumar, O que se esquece??? 0 861 12/12/2011 - 17:29 Português
Poesia/Geral Doença de Parkinson 0 915 12/09/2011 - 20:19 Português
Poesia/Geral Sida: Retrato da Doença 0 1.058 12/09/2011 - 20:16 Português
Poesia/Soneto How to know your heart is bleeding 0 1.724 07/26/2011 - 19:21 inglês
Poesia/Geral Cancro Pulmonar 0 896 07/24/2011 - 10:16 Português
Poesia/Meditação Penso eu cá para os meus botões: Valerá tudo a pena? 3 1.031 07/24/2011 - 07:46 Português
Videos/Poesia Poema Leucemia 0 2.730 07/21/2011 - 13:20 Português
Poesia/Geral A ciência poética do entendimento 0 969 07/20/2011 - 13:53 Português
Poesia/Geral Hepatite auto-imune 0 1.078 07/20/2011 - 13:28 Português
Poesia/Geral Do nada muita coisa se escreve 0 1.133 07/20/2011 - 13:21 Português
Poesia/Geral Leucemia 3 1.159 07/07/2011 - 14:15 Português