CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sagrada Escritura

No Réveillon entre podridão dos cabarés
Homens levados pelo teu dom, muito embora
Não freqüentem o templo do vicio a toda hora
Assim como também freqüentam as Santas Sés

Com tudo nas mãos inda com todos aos teus pés
No mundo não podes dizer que alguém te adora
E tampouco até ser o que é Nossa Senhora
Porque na verdade nossa senhora tu já és

Admirando como um voyeur de muito perto
Pernas afastadas igual a um livro aberto
Como quem faz santa leitura do evangelho

Eu não com a mesma inocência de outros seres
Apóstata duma vidinha sem prazeres
Mesmo com novas orações tal culto é velho!
 

Submited by

terça-feira, dezembro 6, 2011 - 21:06

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Charles Antônio Marques Pereira

imagem de Charles Antônio Marques Pereira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 14 semanas
Membro desde: 04/14/2011
Conteúdos:
Pontos: 373

Comentários

imagem de mase albuquerque

oi novamente

to gostando muito da sua poesia. Por ser agnóstico vc tem muito a dizer.Gosto do jeito q vc escreve.

imagem de Charles Antônio Marques Pereira

Obrigado!

Obrigado novamente por mais esse sincero comentário, amiga Sofia.

É sempre bom ver voce por aqui.

Sinta-se à vontade e seja sempre bem vinda.

                           kiss

 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Charles Antônio Marques Pereira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Sagrada Escritura 2 835 05/20/2013 - 22:17 Português
Poesia/Soneto Meu Deus! 2 451 05/20/2013 - 21:56 Português
Poesia/Soneto Emoções 4 757 04/16/2012 - 18:58 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (III) 2 883 04/07/2012 - 18:26 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (IV) 1 761 04/01/2012 - 15:58 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (II) 2 860 03/28/2012 - 22:52 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (I) 4 1.045 03/24/2012 - 18:22 Português
Poesia/Soneto Relato de um Suicídio 2 706 03/21/2012 - 00:15 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (V) 0 832 08/25/2011 - 19:45 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (VII) 0 1.000 08/17/2011 - 22:47 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (IX) 0 685 08/12/2011 - 01:22 Português
Poesia/Soneto Eu quero amar, amar perdidamente! (VIII) 0 836 08/12/2011 - 01:17 Português
Poesia/Soneto Ouvir Estrelas 2 1.026 07/24/2011 - 22:13 Português
Poesia/Soneto Tudo é Inútil! 0 990 07/23/2011 - 18:49 Português
Poesia/Soneto Com a Útima Mulher da Nossa Vida 0 679 07/22/2011 - 20:18 Português
Poesia/Soneto "Amantes, Amentes" 0 838 06/21/2011 - 19:21 Português
Poesia/Soneto Leito de Morte 0 702 06/21/2011 - 19:12 Português
Poesia/Soneto Filosofia de Morte 3 1.051 06/09/2011 - 19:03 Português
Poesia/Soneto Depressão 0 654 06/06/2011 - 01:12 Português
Poesia/Soneto Nordeste 0 677 06/06/2011 - 01:05 Português
Poesia/Soneto A Beatinha do Meu Bairro 0 636 06/06/2011 - 00:59 Português
Poesia/Soneto Miragem 0 656 06/06/2011 - 00:53 Português
Poesia/Soneto Epopéia 0 649 06/06/2011 - 00:48 Português
Poesia/Geral Nação Madrasta 2 674 05/02/2011 - 21:04 Português
Poesia/Haikai Lágrimas 0 674 04/24/2011 - 18:55 Português