CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

UNS PEDAÇOS DE VIDA


NAS INCERTEZAS DA VIDA
NUMA PAIXÃO SENTIDA
NUMA RELAÇÃO PERDIDA
FICAM PEDAÇOS DE VIDA

UMA PAIXÃO PERDIDA
UM AMOR EU MATEI
SEM SABER O PORQUÊ.
MAS DECERTO EU DEIXEI
UNS PEDAÇOS DE VIDA
NESSA VIDA DE VOCÊ.

NAS INCERTEZAS DA VIDA
NUMA PAIXÃO SENTIDA
NUMA RELAÇÃO PERDIDA
FICAM PEDAÇOS DE VIDA

ESTRANHO COMO PAREÇA
JÁ NÃO ESTOU SOFRENDO
TENHO FORÇA DE VONTADE.
AMAR JÁ NÃO ME INTERESSA,
JÁ NÃO FICO MORRENDO
E AFUGENTEI A SAUDADE.

NAS INCERTEZAS DA VIDA
NUMA PAIXÃO SENTIDA
NUMA RELAÇÃO PERDIDA
FICAM PEDAÇOS DE VIDA

NAS INCERTEZAS DA VIDA
NÃO SABEMOS O DESTINO
DO QUE FUTURO SERÁ FEITO.
DE ESPERANÇA NÃO PERDIDA
COMO NÃO SOU MAIS MENINO
AINDA DAREI O MEU JEITO.

NAS INCERTEZAS DA VIDA
NUMA PAIXÃO SENTIDA
NUMA RELAÇÃO PERDIDA
FICAM PEDAÇOS DE VIDA

FINDA RELAÇÃO AMOROSA
FINDA A PAIXÃO SENTIDA
ENTRE O HOMEM E MULHER.
MAS EM VERSOS OU EM PROSA
DEIXAMOS PEDAÇOS DE VIDA
NA VIDA DO OUTRO SER.

NAS INCERTEZAS DA VIDA
NUMA PAIXÃO SENTIDA
NUMA RELAÇÃO PERDIDA
FICAM PEDAÇOS DE VIDA!

VICTOR ALEXANDRE
 

Submited by

quinta-feira, março 24, 2011 - 12:45

Poesia :

No votes yet

VICTOR ALEXANDRE

imagem de VICTOR ALEXANDRE
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 21 semanas
Membro desde: 03/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 1162

Comentários

imagem de MarneDulinski

UNS PEDAÇOS DE VIDA

Lindo poema, como sempre gostei!

MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of VICTOR ALEXANDRE

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O CHORO DA POETISA 1 405 02/27/2018 - 10:19 Português
Poesia/Geral AMBIÇÃO PODER E DINHEIRO 0 513 02/12/2013 - 11:12 Português
Poesia/Geral SEDE DE PODER 0 634 02/09/2013 - 18:43 Português
Poesia/Geral MONOLOGO 0 428 02/05/2013 - 13:05 Português
Poesia/Geral CARNAVAL NO RIO DE JANEIR 0 1.446 01/28/2013 - 08:54 Português
Poesia/Geral CARNAVAL NO RIO DE JANEIR 0 473 01/28/2013 - 08:54 Português
Poesia/Geral A LUTA DE UM VELHO PADRE 0 411 01/27/2013 - 09:29 Português
Poesia/Geral O RESPEITO 0 550 01/24/2013 - 09:23 Português
Prosas/Outros RAZÕES PARA DORMIR E DESPERTAR CEDO... 0 836 01/22/2013 - 09:12 Português
Poesia/Geral FAZER O BEM 0 459 01/18/2013 - 10:22 Português
Poesia/Geral VIVA A SOLIDARIEDADE! 0 361 01/16/2013 - 08:53 Português
Prosas/Outros ESTAMOS VIVENDO OS ÚLTIMOS DIAS DESTE MUNDO? 0 568 01/11/2013 - 08:36 Português
Prosas/Outros CASA DA SORTE / JOGO DA SORTE! 0 843 01/09/2013 - 22:08 Português
Prosas/Outros AULAS DE ESPANHOL OU FRANCÊS, PARTICULARES OU EM GRUPO 0 477 12/29/2012 - 07:54 Português
Poesia/Geral ARTES E CULTURA 0 373 12/21/2012 - 19:27 Português
Poesia/Geral ARTES E CULTURA 0 497 12/21/2012 - 19:27 Português
Prosas/Outros EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO? 0 981 12/16/2012 - 18:55 Português
Prosas/Outros EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO? 0 552 12/16/2012 - 18:55 Português
Prosas/Outros EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO? 0 547 12/16/2012 - 18:55 Português
Prosas/Outros FALE COM SEUS JOVENS SOBRE OS CUIDADOS COM O CORPO. 0 557 12/13/2012 - 19:31 Português
Poesia/Geral JOSÉ ROBERTO ARRUDA 2 570 12/03/2012 - 17:37 Português
Prosas/Cartas SÉRIE: CARTAS DE AMOR 0 1.176 11/24/2012 - 11:39 Português
Prosas/Outros DE DENTRO DA LAGOA, MÉRCIA NAKASHIMA GRITA: CADÊ OS MEUS DIREITOS? 0 586 11/18/2012 - 14:58 Português
Poesia/Geral CILENE A DISCRETA 0 580 11/09/2012 - 15:08 Português
Poesia/Geral FÁTIMA É NOME DE SANTA 0 586 11/09/2012 - 15:04 Português