CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ventos de Mudança

Consigo sentir, no ar,
Ventos de mudança,
Que não são de pesar,
São de esperança.

E o meu coração acalenta
Essa esperança vindoura,
Como paz que alimenta
Com promessa duradoura.

Promessa de boa ventura
E de felicidade,
Que a minh'alma conjectura
Desde bem tenra idade.

É aquele lugar,
Lá no cimo do monte,
Com vista para o mar,
Que uso como fonte.

Abro as janelas
De par em par,
Debruço-me nelas
E começo a sonhar.

 

 

Submited by

terça-feira, janeiro 24, 2012 - 10:56

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Nostalgia

imagem de Nostalgia
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 46 semanas 19 horas
Membro desde: 09/12/2011
Conteúdos:
Pontos: 730

Comentários

imagem de SuzeteBrainer

Querida Nostalgia, A janela

Querida Nostalgia,

A janela da alma deixa os ventos de mudança entrarem, trazendo os sons da alegria,

que renovam e permanecem em sonhos...

Muito belo e inspirador!!

Beijinho.

imagem de Nostalgia

Obrigada amiga Suzete, pela

Obrigada amiga Suzete, pela sua presença e comentário(s) que muito prezo.
Um beijo grande

imagem de Pearl

SONHA, sonha muito e entre um

SONHA, sonha muito e entre um sonho e outro,

escreve que eu adorei!

 

 

um beijo  :)

imagem de Nostalgia

Muito obrigada Pearl, pelo

Muito obrigada Pearl, pelo seu gentil comentário.

smiley bjo

imagem de Docarmo

Ventos de Mudança

Gostei. É bom quando abrimos a janela e começamos a sonhar, "porque o sonho comanda a vida"

imagem de Nostalgia

"Quando Deus quer, o homem

"Quando Deus quer, o homem sonha e a obra nasce" assim escreveu Fernando Pessoa, e, sem dúvida, é esse sonho que comanda a vida.
Bem haja pelo comentário

kissbjo

imagem de Odete Ferreira

Logo na primeira estrofe

Logo na primeira estrofe se vislumbra a temática do poema, finalizando, na última, a essência da mesma; na verdade, os "ventos de mudança"

sentem-se (ou querem-se) a partir de dentro; por isso se abrem as janelas (metáfora de um olhar atento, perspicaz) a fim de se alcançar o que se deseja: a paz, a

ventura, a felicidade. Em suma, um auto renascimento...

Gostei bastante deste teu querer, amiga Nostalgia!

(Desculpa se não comento todos os poemas; a culpa é do tempo, que é inflexível e me marca a gestão dos meus inúmeros compromissos...)

Bjo, queridasmiley

imagem de Nostalgia

Olá Odete,  Perspicaz, é

Olá Odete, 
Perspicaz, é esse seu olhar, parabéns. Os meus poemas tendem a reflectir momentos vividos, sentidos, etc...momentos, inspiram-me.
Penso ser, no entanto, apanágio de todo os poetas, nos mais variados temas consoante as circunstâncias que os marcam mais.

Não tem de se desculpar de coisa nenhuma, eu compreendo perfeitamente. Eu própria não consigo comentar tudo o que gostaria. Leio coisas muito bonitas, às vezes um pouco à pressa, deixando a essência do poema/mensagem um pouco no ar, ou seja não tendo tempo de interiorizar, o que é grave, no meu entender.

Mas há tanta oferta e tão pouco tempo....
A minha página fica mais florida com os seus comentários.
Bem haja e o meu muito obrigada.

Bjs

 

imagem de MariaButterfly

Abrir as janelas da

Abrir as janelas da vida
Deixar a luz entrar.
Fazer do sonho certeza.

Gostei da poesia,em fé!

Beijo  
 

imagem de Nostalgia

Obrigada Mariabutterfly

Obrigada Mariabutterfly (Maria borboleta), que belo nickname...
As borboletas têm lindíssimas asas. No meu tempo de juventude eu coleccionava-as.

Haja um raio de sol, em dias enevoados. Espero que o sol brilhe e entre pelas suas janelas e lhe traga imensas alegrias.

Bjs

 

 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Nostalgia

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/Outros Rácio Irracional 2 1.515 08/31/2018 - 21:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Doce Ingenuidade 6 846 03/12/2018 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Amor Worth the try 1 2.307 05/25/2014 - 00:22 inglês
Ministério da Poesia/Dedicado Reciprocidade 2 955 12/05/2013 - 10:50 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Rosa em botão 0 614 06/11/2012 - 11:52 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Viver... 2 1.022 06/08/2012 - 11:55 Português
Videos/Música Minha estranha loucura 0 1.747 05/25/2012 - 17:57 Português
Poesia/Alegria Ventos de Mudança 14 1.186 05/18/2012 - 10:49 Português
Poesia/Meditação Remar contra a maré 10 980 05/17/2012 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Amizade Fado do Vento 4 893 05/10/2012 - 19:27 Português
Poesia/Geral Compilação 2 824 05/03/2012 - 16:59 Português
Videos/Poesia Tu és Aquele 8 1.743 05/03/2012 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Envelhecer... 2 1.152 05/02/2012 - 08:43 Português
Críticas/Outros Slogan 2 1.557 04/25/2012 - 20:46 Português
Ministério da Poesia/Meditação A sombra de mim 6 1.302 04/19/2012 - 12:20 Português
Poesia/Meditação Alma de Poeta 6 870 04/10/2012 - 10:36 Português
Poesia/Intervenção Soneto inédito 4 923 04/02/2012 - 16:34 Português
Poesia/Amor INSÓNIA 7 767 03/26/2012 - 12:24 Português
Videos/Música Groovy kind of love 0 1.928 03/23/2012 - 17:01 Português
Ministério da Poesia/Amor Hipnose 7 1.193 03/20/2012 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Canção O meu fado 6 1.117 03/18/2012 - 23:31 Português
Ministério da Poesia/Geral A pegada humana 4 1.137 01/25/2012 - 12:07 Português
Ministério da Poesia/Meditação O medo (da alma) 4 1.025 01/21/2012 - 15:33 Português
Videos/Poesia Shall we dance? 0 1.929 01/15/2012 - 15:14 inglês
Ministério da Poesia/Amor Ciúmes 2 1.113 01/15/2012 - 12:27 Português