Enterrado vivo

Abre os olhos,
Não deixes que te enterrem vivo.
Grita, batalha, não desistas jamais
Não te vás abaixo como as pessoas normais,
Sê forte e levanta esse punho de orgulho,
Corre para o mar e salta para um mergulho.
Mas não feches os olhos,
Não te enterres ainda...
Faz como eu e corre desenfreado,
Vive a vida no limite feito desesperado,
Não ligues aqueles que te querem no chão,
Grita ao vento com o teu coração.
E não pares...
E não deixes...
Que te enterrem vivo.

Submited by

Tuesday, May 1, 2012 - 21:27

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Paulo Gomes Porto

Paulo Gomes Porto's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 7 years 24 weeks ago
Joined: 03/25/2012
Posts:
Points: 47

Comments

KeilaPatricia's picture

Muito bom... Bjs na

Muito bom...

Bjs na alma...

...)...(@

Add comment

Login to post comments

other contents of Paulo Gomes Porto

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Prosas/Terror Almas Noturnas - Capítulo 1: Pesadelos 1 445 06/17/2014 - 03:12 Portuguese
Prosas/Terror Almas Noturnas - Capítulo 3: Revelações 1 492 06/16/2014 - 00:29 Portuguese
Poesia/General Olhos de Inocência 1 261 05/25/2012 - 00:31 Portuguese
Poesia/Intervention Enterrado vivo 1 619 05/25/2012 - 00:29 English
Poesia/Meditation Lágrima 0 194 04/16/2012 - 17:00 Portuguese
Poesia/Meditation Ser Poeta 2 277 04/12/2012 - 13:50 Portuguese
Prosas/Terror Almas Noturnas - Capítulo 2: Vampiros 0 391 03/28/2012 - 13:53 Portuguese
Poesia/Fantasy Bruxa 0 264 03/28/2012 - 01:01 Portuguese
Poesia/Meditation Ópera Nocturna 0 262 03/27/2012 - 11:53 Portuguese
Poesia/Meditation Gritos Mudos 1 268 03/26/2012 - 21:28 Portuguese
Prosas/Terror Almas Noturnas - Prólogo 0 426 03/25/2012 - 11:08 Portuguese