A NOITE AVELOU EM ESCURIDÃO FUNDA …

A noite avelou em escuridão funda.

Agonia que se tornou tão profunda
que afogou todas as fantasias.

As entrelinhas,
desentrelinharam-se das palavras.

A poesia parou,
sepultou-se em covas insanas,

adormeceu no colo
de insónias silenciosas.

O amor perdeu-se
pelas florestas da alma.

Os sonhos,
são agora arestas indobráveis.

Da paixão,
as chamas arderam até ao último grito.

O pensamento,
povoa o vento que abriga as folhas

pelo chão,

como estagnadas lágrimas que o passado bebeu.

As memórias,
embarcaram em barcos de esquecimento,

abraçaram o infinito
e nunca mais voltaram a ser um momento …

.
.
.
.

Submited by

Sábado, Enero 26, 2013 - 01:33

Poesia :

Su voto: Nada (3 votos)

Henrique

Imagen de Henrique
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 5 años 35 semanas
Integró: 03/07/2008
Posts:
Points: 34817

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Henrique

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Pensamientos DA POESIA 1 6.014 05/26/2020 - 23:50 Portuguese
Videos/Otros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 38.190 06/11/2019 - 09:39 Portuguese
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 2.009 03/06/2018 - 21:51 Portuguese
Poesia/Pensamientos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.706 02/28/2018 - 17:42 Portuguese
Poesia/Pensamientos APALPOS INTERMITENTES 0 2.594 02/10/2015 - 22:50 Portuguese
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.368 02/03/2015 - 20:08 Portuguese
Poesia/Pensamientos ISENTO DE AMAR 0 4.384 02/02/2015 - 21:08 Portuguese
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.188 02/01/2015 - 22:51 Portuguese
Poesia/Pensamientos PELO TEMPO 0 2.002 01/31/2015 - 21:34 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO AMOR 0 2.250 01/30/2015 - 21:48 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO SENTIMENTO 0 2.717 01/29/2015 - 22:55 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO PENSAMENTO 0 2.688 01/29/2015 - 19:53 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO SONHO 0 1.996 01/29/2015 - 01:04 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO SILÊNCIO 0 3.357 01/29/2015 - 00:36 Portuguese
Poesia/Pensamientos DA CALMA 0 2.750 01/28/2015 - 21:27 Portuguese
Poesia/Pensamientos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.257 01/27/2015 - 22:48 Portuguese
Poesia/Pensamientos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.217 01/27/2015 - 16:59 Portuguese
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.174 01/26/2015 - 20:44 Portuguese
Poesia/Pensamientos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.300 01/25/2015 - 22:36 Portuguese
Poesia/Pensamientos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.900 01/22/2015 - 22:32 Portuguese
Poesia/Pensamientos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.760 01/21/2015 - 18:00 Portuguese
Poesia/Pensamientos PALAVRAS À LUPA 0 2.767 01/20/2015 - 19:38 Portuguese
Poesia/Pensamientos MADRESSILVA 0 1.750 01/19/2015 - 21:07 Portuguese
Poesia/Pensamientos NA SOLIDÃO 0 2.021 01/17/2015 - 23:32 Portuguese
Poesia/Pensamientos LÁPIS DE SER 0 2.075 01/16/2015 - 20:47 Portuguese