CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CHILIQUE …

É o silêncio quem mais alto grita no olhar.

A voz enrouquece de solidão.

O gesto enlouquece em escuridão.

O sonho finta o tempo.

A insónia pinta o sono.

O corpo cai sem dono,
iludido por almofadas de pedra.

As palavras amortalham-se de vertigens
cuja tontura tortura o pensamento.

As mãos atam-se à cara em desespero.

As lágrimas cintilam saudade.

Os olhos liquefazem-se em pranto.

A poesia veste-se de branco.

A fantasia assenta-se como pó
pelas ruinas do chão da realidade.

A morte condensa-se numa sombra
cuja vaidade exibe a palidez do além-mundo.

O fundo da idade ocupa o seu lugar
sobre a pele das atitudes.

Os pés caminham em passos viscosos
sobre o mel da vida.

A alma desaparece
por labirintos onde as musas
são os vinhos que embriagam a imortalidade.

Só o amor sacia a sede de ser.

Só a paixão mata a fome de acontecer.

Chorar e rir são os pesos
que equilibram a balança do saber.

.
.
.
.

Submited by

sábado, outubro 27, 2012 - 17:13

Poesia :

Your rating: None (4 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 6 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.027 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.624 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.233 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.149 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.995 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.013 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.696 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.691 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.436 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.835 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.273 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.370 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.636 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.851 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.188 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.874 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.763 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.768 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.930 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.563 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.469 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.393 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.433 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.762 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.667 01/16/2015 - 20:47 Português