CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DE INFINITO-A-INFINITO ORA A HORA …

Já fui uma gota de chuva e chorei.

Fui um rio e ri tanto... cantei de encanto.

Fui um mar profundo, vento tonto pelo mundo.

Sou o universo... de infinito-a-infinito.

Perdi-me por onde sei onde estou.

Da gota de chuva... nada restou.

Do rio... ficaram as rugas das sinas

por lá corridas preguiçosas.

Do mar... o tempo evaporou-se,

as marés brotaram rosas.

Os pés do pensamento voaram,

as mãos do pensar tocaram

a imortalidade da alma.

Os impulsos... são calma

onde agora... ora a hora e nada diz,

onde tudo condiz às voltas.

Palavras soltas... seres que são sonhos

cuja realidade junta os infinitos do universo,

eclodidos de um verso de gritos... acordares loucos.
.
.
Agora silêncio perfeito... acaso por defeito.
.
.
.
.

Submited by

domingo, janeiro 20, 2013 - 20:25

Poesia :

Your rating: None (6 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 39 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de natalianuno

Bom momento

O Poeta, será sempre o que desejar, enquanto sua imaginação durar, depressa voa, desce ao fundo,oscila,passa dum sim a um não, é fio de água regando uma floresta...

Gostei de ler.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.503 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.418 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.053 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 1.992 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.804 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 3.804 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.425 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.573 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 4.989 01/30/2015 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.700 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 1.998 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.185 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.496 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.589 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 1.861 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.737 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.522 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.506 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.644 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.440 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.349 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.256 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.286 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.620 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.496 01/16/2015 - 19:47 Português