CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DIA NO LUAR

Entre a distância longínqua
que extingue a razão que me opõe à realidade,
lanço-me borda fora para além dos sonhos,
levando o som original das palavras sábias
por todos os infinitos,
sem que perca os limites
para conhecer a verdade do espaço,
que ganho passo a passo ocupado de liberdade,
para sussurrar aos ouvidos dos Deuses
o tempo que me alcança escrito de esperança,
na expansão do meu caminho
até à raiz da vida pela sombra do destino
num jardim de rumores mudos.

Ponho um sopro de força à luz dos dias
que faço brilhar no cume da alma,
vibrando um sorriso interior que exprime
a exaltação dos cânticos sublimes do meu ser,
permanecendo a nu no sono do mar
onde semeio o céu nos meus olhos,
pra uma suprema colheita de emoções
lacradas por um selo de paz.

Entre toda esta distância
fica-me a noite no chão e o dia no luar...

Submited by

domingo, novembro 16, 2008 - 04:30

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 6 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de Henrique

Re: DIA NO LUAR

Um dia maravilhoso!!!

:-)

imagem de MariaSousa

Re: DIA NO LUAR

Gostei muito do final do poema.

Bjs

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.052 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.632 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.246 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.152 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.006 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.020 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.709 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.698 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.457 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.845 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.292 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.376 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.647 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.861 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.202 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.878 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.772 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.780 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.940 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.566 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.478 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.399 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.437 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.769 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.677 01/16/2015 - 20:47 Português