CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

EXPULSO TODAS AS LÁGRIMAS …

Responde-me o olhar a escuridão
por entre os lodos da solidão
que me engraxa o grito.

Dizem-me as mãos a confusão dos ares
que varrem a minha cara.

Respiro até rebentar em ventos.

Rodopio numa tempestade de vidas
cuja luminância me desfigura o pensar.

Mostra-me o tempo a espera que me apequena.

A voz multiplica-se em ecos
que tomam o meu lugar no silêncio.

Laicos passos punem o meu andar,
raios cósmicos onde as horas se escondem.

Mundos por tocar.

Colisões onde as pressas tombam,
marés onde as pessoas rimam remadas.

Profundos por escavar… dizeres calados.

A utopia cientifica-se nos arranhões da realidade.

O corpo desmonta-se da alma
até que seja pó.

A sequência da vida escova-se soletrada
por gagas mortes.

A última luz eterniza-se na noite.

A sombra abandona-me,
o infinito entorna-me pela multidão.

Expulso todas as lágrimas.

Ergo-me de todos os terramotos,
acordo-me com todas as palavras.

Vivo-me louco,
faço-me de tão pouco de todos os seres.

.
.
.
.

Submited by

quarta-feira, novembro 14, 2012 - 00:37

Poesia :

Your rating: None (5 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 36 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 6.026 05/26/2020 - 22:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 38.251 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 2.025 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.717 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.607 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.378 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.395 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.201 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 2.011 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 2.262 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.727 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.705 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 2.008 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.368 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.759 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.265 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.229 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.188 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.315 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.909 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.767 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.785 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.756 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 2.034 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 2.082 01/16/2015 - 19:47 Português