CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

FRÁGIL SOMBRA …

Sonho.

Inquieto-me por matéria estranha.
Olho o agora por um segundo eterno.

Amo.
Parto inteiro.

Ir que se entranha no eco.
Um grito que de mim se faz.
Um beco louco que chega ao fim.

Um inferno por inventar.
Um lugar desabitado.
Um fado qualquer.
Uma paz.

Penso.
Sinto saudade.
Encontro-me por aí.
Procuro-me numa força ágil.

No amor.
Numa leveza bruta.
Numa lágrima enxuta.

Escuto os esplendores da noite.
Acendo-me de paixões e fantasias.

Num trovão veloz.
Na voz do vento.
No nada.

Pó na multidão.
Sinto-me uma gota desamparada.
Apenas uma música acordando o silêncio.

Uma luz.
Um poema.
Uma nudez nua.

Uma frágil sombra.
Uma fogueira à beira mar.
Uma palavra semeada e colhida nas palavras.

Acordo.
Liberto os pés ao passo.
Estendo as mãos ao mundo.

.
.
.
.

Submited by

sábado, novembro 24, 2012 - 22:07

Poesia :

Your rating: None (6 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 35 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de Maria Letra

FRÁGIL SOMBRA

A sua poesia não é para ser lida e abandonada ao seu registo. A sua poesia é para ser dissecada, compreendida e a sua leitura, repetida.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 6.021 05/26/2020 - 22:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 38.216 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 2.020 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.711 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.606 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.373 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.388 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.197 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 2.009 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 2.257 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.722 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.701 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 2.005 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.363 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.756 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.263 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.224 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.180 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.309 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.905 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.764 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.776 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.754 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 2.030 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 2.081 01/16/2015 - 19:47 Português