CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

LADOS POR TODO O LADO …

Interferências malditas,

                                                  impaciências

                                                                                  escritas pelo tempo.

                     Silêncio

                                            que se cala tarde.

                                                                                    Noite

                                                                                                   que fala com tudo aceso.

      Desligado não sei das quantas quero

                                                                                    de coração desfeito.

                 Poderoso feito de nada.

                                                                       Vaidoso sujo.

                                                                                                          Branco desconcertado

                                                                                                                                                                   em pranto.
                     
                     Mosqueado

                                                  por ilógicos muitos,

                                                                                              lados

                                                                                                                 por       todo       o      lado.

             Realidade lunática,

                                                            matemática

                                                                                              que se arrasta                                             intotal ...
.
.
.
.

Submited by

sábado, fevereiro 2, 2013 - 22:23

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 14 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 5.736 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.581 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.783 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.459 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.291 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.143 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.122 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.942 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.801 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.956 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.516 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.500 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.786 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.147 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.438 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.981 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.992 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.003 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.141 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.650 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.618 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.547 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.563 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.843 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.834 01/16/2015 - 20:47 Português