CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

Mastodôntico vácuo
de enganos zangados me engole
aragem ruída no cristal baço de uma bengala.

Náufragos pedregulhos do Eu.

Aluviões falsos
conquistam o poder do fogo
em jangadas emocionalmente banais.

Desleais jardins em pose de ardósia murcha.

Hipotética adrenalina suja,
cuja matriz são ruas submersíveis
em baptismos absurdos de rimas pudicas.

Baralhada mente perversa em pressa capicua.

Deturpante cadeira coxa,
insinuante concertina inócua
em reflexões boémias no fundo de um copo.

Improvisado corpo onde transpira a alma.

Luvas de um calha por calhar
em dedos vulneráveis sem dedal
na ponta das agulhas do destino repentista.

Futurológico suicídio.

Estrelas expulsas
da desvaidade apregoam
o silêncio no patamar do infinito
que roça nas mãos de um velhinho.

Medíocre sentido aos empurrões.

Massificados dolos
de ombros tolos em escolhas
que sucedem perguntas perfeitas.

Vergonha triturada por arrependimento.

Momento
de caminhadas longas,
ninhadas de cansaço encaixotado
na língua de uma bússola sósia do vazio.

Corrupios altruístas.

Esplanadas de caras feias
interessam ao vento soprano da consciência.

Enfarpelados ramos de fúria.

Degradada peruca
de estradas remotas hasteiam
resinas de realidade que ninguém consome.

Meia dúzia de eternidade.

Submited by

domingo, abril 25, 2010 - 01:03

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 5 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de nunomarques

Re: MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

Grande poema Henrique, comsempre fantástico

Abraço
Nuno

imagem de marialds

Re: MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

Fantasia alucinate.
Destaco:

"Hipotética adrenalina suja,
cuja matriz são ruas submersíveis
em baptismos absurdos de rimas pudicas"

Foi lida e relida a poesia em busca da alucinate fantasia, que querias passar e a passaste com maestria.
Parabens!!!

imagem de PMPM

Re: MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

O poema comenta-se a si próprio.
Genial.

imagem de ricardopacheco

Re: MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

mais um excelente poema.
gostei muito.
um abraço

imagem de angelalugo

Re: MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

Olá caro Henrique

este entendi somente para o meu eu
então deixo-te Parabéns, pois nada
quero escrever mesmo sendo aqui como
fantasia há sempre o que existir nestas
eternidades....

Beijinhos no coração

imagem de Vilians3

Re: MEIA DÚZIA DE ETERNIDADE

UMA DATA DE EXTRAORDINÁRIOS!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.993 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.606 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.217 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.139 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.985 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.007 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.684 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.682 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.422 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.827 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.247 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.362 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.628 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.818 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.159 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.870 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.741 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.748 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.917 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.558 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.463 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.388 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.425 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.752 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.659 01/16/2015 - 20:47 Português