CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O DESEJO COM QUE QUEIMO A NOITE …

Os teus olhos são versos
que em mim de ti componho,

são universos onde o amor é o meu chão.

Os teus beijos são ilhas de amor e paixão

onde a barca do meu imaginário arpoa
nos luares de lua-cheia em ti.

Que os meus lábios sejam nuas luzes

a transitar à toa pela doce poesia do teu corpo.

Que os meus olhos te digam
o que as palavras não sabem dizer,

que floresçam em ti os meus olhares
até distâncias que o infinito desconhece.

Quero-te nos sonhos que sonho.

Que sejas tu o cântico poético do meu corpo,
o suor de fogueiras que nos tatua a pele
com danças e voos de amantes.

Que sejas tu o silêncio das minhas horas tontas,

como um vento a semear-te inteira dentro de mim.

Que a tua voz tinga de razão e gozo
os arco-íris do meu ser-te.

Quero ser o mar de todos os teus portos.

Saber-te com os beijos que sobre ti loucos
os meus lábios derretem.

Quero rasgar-te a roupa com o desejo
com que queimo a noite,

incendiar-te a alma e o corpo,
sentir-te louca com quanto teimo amar-te!

Que sejas tu o rio do meu tempo,

e o teu sorrir o leito dos risos da minha alma …
.
.
.
.

Submited by

sábado, fevereiro 23, 2013 - 22:51

Poesia :

Your rating: None (4 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 24 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de mariamateus

Henrique..........

Lindo poema este....
Perfeita, a musa que te inspira!

Que esse amor jamais se esgote!

Gostei de ler..

Deixo-te um beijito :)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 5.875 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.868 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.916 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.632 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.423 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.247 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.253 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.045 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.895 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 2.087 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.600 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.570 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.865 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.250 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.565 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.127 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.090 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.078 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.220 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.741 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.666 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.680 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.659 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.924 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.931 01/16/2015 - 20:47 Português