CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Grito

Dizem por aí
Que se diz muito em poucas palavras
Às vezes acredito
Penso que sou poeta
Iludo-me
E quero acreditar
Que sou fenomenal
Único
E mesmo sem falar
Basta-me um gesto
Para ser um génio do amor
Translúcido
Penso eu.
Então digo-me:
É verdade
Não escrevas
Não fales
Sorri apenas
Alguém acreditará que és especial.

Mas depois
Já nu
De tanto meditar
Escolho um mundo:
Redondo
Azul
Com mares
Com alma, sol e sal
Cheio de gente como eu
Aqueles que são poetas só às vezes
Esfrego os olhos
E vejo
Lá no fundo
Onde a luz é escassa
E as sombras são vida
O choro
Esse…,
Que nunca se ouve
É onde os poetas de verdade se tornam homens
Onde nascem as dores
As desilusões
As emoções
As perdas
As saudades
As pessoas perdidas
Os tempos passados
Ou mesmo um grande esforço
Para se ser aquilo que nunca se será
E aí…
Sinto a falta das palavras.

Revejo os sons
Do que poderiam ser palavras faladas
Mas afinal são vaidades
De apenas terem tempo
Para o ego

Descubro então
Que afinal
Os poetas nada dizem
Eles
Dizem que dizem
Porque escrevem
Mas não transpiram
Não ofegam
Não sorriem
Não tocam
Não negam
Não gemem
Não olham
São papel…

Mas eu
Homem deste mundo
Redondo
Azul
Com mares
Com alma, sol e sal
Cheio de gente como eu
Esgotado para todos estes poetas
Digo-lhes:
Digam-me na cara
Nos olhos
Nesta alma que chora
Nesta vida que também é vossa
Digam-me
Apenas mais que uma palavra
Mesmo que seja
Gosto de ti

Mas não
Não…
Desculpem
Não chega
Eu quero mais
Quero que falem
De vocês
De mim
Do vizinho
Do irmão
Do vosso amigo
Do meu amigo
Do mundo
Do vosso mundo
Quero-vos sentados
Quero-vos ao meu lado
Quero esse vosso olhar
Mesmo feio
Ou bonito
Não interessa
Só quero que não escrevam
Quero que falem
Não se calem
Falem
Sejam poetas de verdade

Submited by

quinta-feira, janeiro 7, 2010 - 13:04

Poesia :

No votes yet

JoseLuisLopes

imagem de JoseLuisLopes
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 8 semanas
Membro desde: 06/28/2009
Conteúdos:
Pontos: 164

Comentários

imagem de jopeman

Re: O Grito

para além, e muito, da escrita, o grito de ser poeta na vida, no sentir na pele o sonho de papel.

fantástico

adorei

abraço

imagem de JoseLuisLopes

Re: O Grito

Caro Amigo Jopeman!

Agradeço-lhe as suas palavras elogiosas, nada melhor para quem escreve do que ser recebido com amizade.

No entanto, o meu Amigo também merece que o comentário que fiz ao Poeta MarneDulinski seja dirigido a ti.

Espero o seu bom acolhimento pela tua parte, sei que são palavras, mas também são um agradecer sincero a todos aqueles que escrevem no WAF.

Abraço Grato

JLL

imagem de MarneDulinski

Re: O Grito

MEU CARO AMIGO POETA, TUDO QUE REIVINDICAS SOBRE OS OUTROS POETAS, ENCONTRARÁS AQUI NO "WAF", ONDE TEMOS POETAS MARAVILHOSOS, DOS MAIS ALTOS PADRÕES, EM LETRAS,MUSICALIDADE, RIMAS E POESIA!
NÃO SEI SE É O SEU CASO, MAS O MEU É; QUANDO OS LEIO, VOU APRENDENDO DE TUDO AOS POUQUINHOS, SEM MUITAS ANGÚSTIAS E PRETENSÕES, MAS O SABER VAI ENTRANDO E A MIM JÁ ESTA ME MARAVILHANDO!
TENTE!
Com carinho e respeito, e dando meus parabéns pelo seu lindo poema,
Marne

imagem de JoseLuisLopes

Re: O Grito

Sei meu Amigo que tem toda a razão no que diz. Aqui encontram-se pessoas fantásticas e eu até já aqui (WAF)tenho amigos.

Mas o meu problema é que quando faço amigos tenho sempre muita dificuldade em dizer Adeus, eles me trouxeram até ao mundo das palavras, e devo-lhes essa gratidão.

Divido-me, e encontro sempre a saudade dos que me afagam todos os dias.

Aqui à vossa companhia cheguei pela mão da Dolores, em boa hora o fiz. Sei que ainda não estou de corpo e alma por aqui, o tempo não é elástico para mim, penso até que já me prejudico profissionalmente com o que vou fazendo pela Net. No entanto, caro Amigo, a vida dá voltas, e muitas vezes bem rápidas.

Sendo assim, espero pela oportunidade da vida para pagar a dívida que já vou tendo nesta vossa casa das palavras.

Agradeço-lhe todas as palavras carinhosas, guardo-as para me lembrar dos meus Amigos.

Abraço
JLL

imagem de danyfilipa

Re: O Grito

fantastico grito este...
ouvido e sentido :-)
adorei imenso

beijo

imagem de JoseLuisLopes

Re: O Grito

Obrigado Filipa.
Fico contente que este meu grito tenha chegado até ti.
Beijo
JLL

imagem de ÔNIX

Re: O Grito

Verdades que se escondem por detrás das palavras, quais esperas ansiosas, de poderem deixar de ser poetas para se revelarem pessoas, ou uma só Pessoa em redor de si próprio

Um bom poema revelando uma só Pessoa em várias posturas na poesia

Matilde D'Ônix

imagem de JoseLuisLopes

Re: O Grito

Olá Dolores!

Connosco é diferente. Poeta para ti fui pouco tempo. Entendi que merecias mais de mim, merecias conhecer o homem.

Apesar de escrever em várias posturas a poesia, para ti tive apenas uma, deixar-me ser como sou para os amigos.

As palavras devem ser aprendidas, e mesmo as mais difíceis não deixam de ser palavras. Acredito, que algumas fossem de difícil entendimento, mas eram minhas, com todos os defeitos e virtudes.

As minhas palavras não se escondem, tenho a certeza que ao lê-las encontrarás nelas aquele que um dia te quis conhecer.

São estas verdade, como sempre sou eu.

Nesta poesia a espera é tua, não minha.

JLL

imagem de ÔNIX

Re: O Grito

Olá JLL,

Há esperas que nada mais são do que fugas permanentes, entre o querer e o ser na veracidade das palavras.

Há nas palavras escritas um toque especial que nos toca fundo, e há vozes premeditadas em que o som é uma nota solta à espera do tempo certo.

Os nossos tempos são unos nas distâncias que nos separam. Os seus propósitos caminharão ao lado de algum sentimento e virão a seu tempo e nos dirão de nós num tempo sem tempo, mas com todos eles alinhados e depositados num único olhar

Beijo

Dolores

PS: Teria muito gosto em poder ler por aqui os teus poemas, assim como a tua participação no forum através do tópico "Histórias Contadas". Uma forma de agradecimento pelo incentivo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of JoseLuisLopes

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - Solidão 0 397 11/23/2010 - 23:39 Português
Poesia/Aforismo VERGONHA 3 213 03/14/2010 - 15:10 Português
Poesia/Aforismo VIOLINO 6 184 03/12/2010 - 18:33 Português
Poesia/Geral Semente sou, semente serei 6 145 03/03/2010 - 21:00 Português
Poesia/Aforismo O Grito 9 291 02/02/2010 - 15:11 Português
Poesia/Geral O Outro 18 254 01/23/2010 - 19:46 Português
Poesia/Aforismo Eu quero que seja Natal 5 171 12/14/2009 - 00:47 Português
Poesia/Geral Putrefacção 14 248 12/05/2009 - 22:13 Português
Prosas/Pensamentos Luxúria das palavras 4 143 11/30/2009 - 23:48 Português
Prosas/Pensamentos Ciúme – Dança do Cortejo 4 202 11/13/2009 - 14:36 Português
Poesia/Dedicado Poema infantil - I 10 241 11/12/2009 - 21:40 Português
Poesia/Amor 25 10 297 11/05/2009 - 18:59 Português
Poesia/Dedicado Deixa lá 6 197 11/05/2009 - 18:56 Português
Poesia/Meditação Celebração da vida 12 256 11/05/2009 - 18:37 Português
Poesia/Amizade Notas soltas 8 260 11/05/2009 - 17:40 Português
Poesia/Aforismo Teatro 10 219 10/25/2009 - 17:17 Português
Poesia/Desilusão A Espiga 6 257 08/08/2009 - 16:49 Português
Poesia/Tristeza PAI - Uma Forma de Perdão 8 183 08/02/2009 - 23:14 Português
Poesia/Meditação PALAVRAS DO POETA 19 255 08/02/2009 - 18:10 Português