CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

Velejo no mar da minha vontade
Sondando marés que a vida alista
Firmo o leme no vento da verdade
Rumo ao cais da minha conquista

A lua cheia confessa o meu destino
Redigindo nas estrelas o caminho
Incógnito no alvor do sol matutino
Demolindo o temporal sozinho

Agarro futuro com garras no olhar
Resgatando milhas nesta aventura
Alojando emoções neste continuar
Tripulante embarcado na loucura

O passado está presente na recusa
Que a teoria do bem-estar ensinou
Construir defesa à tristeza intrusa
Neste oceano que o medo afogou

Submited by

quarta-feira, julho 15, 2009 - 02:39

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 14 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de novidevalcosta

Re: OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

Navegar é preciso, ainda que seja no mar da imaginação; ao sopro do vento da inspiração.
Muito bom!
Um abraço energizado com muito amor.

imagem de mariamateus

Re: OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

Velejo no mar da minha vontade
Sondando marés que a vida alista
Firmo o leme no vento da verdade
Rumo ao cais da minha conquista

Palavras??' para quê!!

Beijinho para ti meu poeta

:hammer: :pint:

imagem de MarneDulinski

Re: OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

AMIGO HENRIQUE!

LINDO, GOSTEI (construir defesa à tristeza intrusa Neste oceano que o medo afogou

MEUS PARABÉNS,
MarneDulinski

imagem de KeilaPatricia

Re: OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

Destaco:

"A lua cheia confessa o meu destino
Redigindo nas estrelas o caminho
Incógnito no alvor do sol matutino
Demolindo o temporal sozinho"

Gostei d+

aplausos..
:-)

imagem de analyra

Re: OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

"O passado está presente na recusa
Que a teoria do bem-estar ensinou
Construir defesa à tristeza intrusa
Neste oceano que o medo afogou"

Gostei demais

imagem de Zezinho

Re: OCEANO QUE O MEDO AFOGOU

Navega entre a teoria da poesia e sonha navegando.
Bela poesia gostei imenso :roll:

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 5.735 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.580 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.782 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.459 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.290 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.142 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.122 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.941 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.800 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.956 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.515 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.499 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.786 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.147 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.437 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.978 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.990 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.003 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.141 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.649 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.617 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.547 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.563 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.843 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.834 01/16/2015 - 20:47 Português